TSMC aumenta produção de chips A13 Bionic para atender alta demanda pelo iPhone 11

O iPhone 11 superou as expectativas da Apple, então a empresa solicitou a TSMC (Taiwan Semiconductor Manufacturing Company) que aumentasse a produção do A13 Bionic, seu chipset mais potente do momento.

Por Smartphones Pular para comentários
TSMC aumenta produção de chips A13 Bionic para atender alta demanda pelo iPhone 11

De acordo com um novo relatório publicado pela Bloomberg, a Apple solicitou que a TSMC (Taiwan Semiconductor Manufacturing Company), uma das maiores fabricantes de chipsets do mundo, aumentasse a produção do A13 Bionic devido a alta demanda pelo iPhone 11, smartphone mais "acessível" da marca.

O relatório ainda aponta que o iPhone 11 está "superando o mercado e as expectativas da Apple". Portanto, se faz necessário fabricar mais processadores para que as prateleiras não fiquem vazias. Além disso, existe outro motivo para que a gigante de Cupertino solicite o aumento da produção: a chegada de um modelo compacto, o iPhone 9, anteriormente chamado de iPhone SE 2.

Vazamentos sugerem que este aparelho terá um design muito semelhante ao do iPhone 8, chegando ao mercado com processador A13 Bionic, tela de 4,7" e tecnologias mais recentes da Apple. Levando em consideração que o iPhone 8 foi um dos smartphones mais vendidos da empresa nos últimos anos, muito em parte por entregar um preço mais baixo, é bastante provável que o iPhone 9 também registrará ótimas vendas.

Além desse modelo, informações apontam que a Apple pretende lançar três iPhones este ano, que devem trazer o novo A14 Bionic. Alegadamente, a produção em massa deste componente começará no segundo trimestre, e ele será fabricado no processo de 5nm, entregando mais desempenho e economia de energia com relação a geração anterior, que é construída em 7nm.

A linha iPhone 11 vem registrando um sucesso considerável ao redor do mundo. Analistas afirmam que o iPhone 11, 11 Pro e 11 Pro Max representaram cerca de 69% de todos os iPhones vendidos no quarto trimestre de 2019.

Via

Recomendação do editor:

Comentários:
Carregar comentários