OPPO inova com patente de tela "Waterfall 3D"

A OPPO é uma das maiores empresas fabricantes de smartphones no mundo, presente no oriente. A empresa agora aposta em uma tela inédita no mercado mundial.

Por Smartphones Pular para comentários
OPPO inova com patente de tela

A OPPO é uma marca um tanto desconhecida no Brasil, mas ainda assim é uma das maiores empresas produtoras de smartphones no mundo. A marca está sempre inovando e agora registra mais uma característica inédita para celulares, uma tela watefall 3D foi patenteada pela empresa. A tela waterfall já é por si só impressionante, trata-se de um display sem bordas com todas as extremidades arredondadas para a extensão das telas.

Agora, uma versão da tela já futurista pode vir com tridimensionalidade, lembrando que não é porque a empresa patenteou que é obrigada a produzir e lançar no mercado o produto. Mas conhecendo a empresa, certamente ela não deixaria de lado a oportunidade a não ser que múltiplos problemas técnicos aconteçam assim como o Galaxy Fold, que teve seu lançamento muito adiado, mas foi de fato lançado afinal.

Representação da tela OPPO por LetsGoDigital Representação da tela OPPO por LetsGoDigital

No oriente, o mercado tecnológico é bem diferente do que conhecemos por aqui. A Huawei domina e muito a região, mas muitas outras empresas são bem presentes, empresas que podemos nunca ter ouvido falar por ter uma dificuldade maior de expandir suas exportações para o outro lado do mundo não sendo tão gigante quanto a Xiaomi e Huawei.

A OPPO é um desses casos. Mundialmente, é das cinco fabricantes que mais vende. Na China chega a ser uma das referências de topo. Mas não por isso, a OPPO ainda tem níveis de inovação altíssimos e isso se reflete nos seus dispositivos.

A tela patenteada criaria uma tela waterfall como conhecemos, porém ainda mais expansiva e com a total ausência de bordas que não sejam display. O arredondamento criaria um efeito 3D das imagens. Já a presença da câmera, seria abaixo do display, algo como o sensor de digital embutido na tela, certamente inovador. Os sensores de luz e infravermelhos entrariam no mesmo princípio, deixando uma tela realmente pura e limpa. A empresa ainda tem alguns desafios pela frente, principalmente quanto a resistência do vidro frontal, já que qualquer queda tem chances altíssimas de quebrar a tela, e a configuração torna impossível o uso de cases, já que cobririam a tela nas extremidades.

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Carregar comentários