Chegou a hora de testarmos o Motorola One Vision, uma linha diferente de aparelhos da Motorola, como eu havia mencionado no review do Motorola One e enfatizo no One Vision, esses modelos nem se parecem com os tradicionais smartphones que a fabricante produz. Dentre os destaques do aparelhos, estão a tela espichada no formato 21:9, sem entalhe, mas com furo para a câmera frontal, câmera traseira com modo noturno e sistema Android bastante limpo.

No review do Motorola One Vision, vamos abordar suas características principais, e criticar os possíveis defeitos do aparelho, por fim, definir se ele vale a pena ser comprado, citando uma nota final.

Assista o review em vídeo:

DESIGN

A começar pelo design do aparelho, recebemos ele na cor azul. É envolto em plástico e vidro, mas esse material não se parece muito com vidro, sabe, vidro. Enfim, digamos que ele seja vidro. Ah, dentro da caixa acompanha uma capa de silicone transparente, aconselho usar, afinal o aparelho é mais fino e espichado, o acabamento é bastante liso. Eu sei, essas capas de silicone são um lixo e provavelmente venha amarelar com menos de um ano. Mas antes isso do que você gastar uns 500 reais para reparar o aparelho.

Design Motorola One Vision
Design Motorola One Vision

Sinceramente, eu gostei do design dele. Foi lançado há algumas semanas e me incomoda um pouco esse furo na tela para contemplar a câmera frontal. A Motorola quis fugir do tradicional entalhe de 2018, empregando algo que surgiu em 2019 como uma solução intermediária entre o entalhe e a tela completamente limpa. Vimos smartphones como o Zenfone 6, OnePlus 7 Pro entre outros apresentarem a câmera motorizada que surge e você tem lá a câmera selfie pronta para utilizar. Vimos também, há poucos dias a Oppo e a Xiaomi trazerem protótipos de câmeras abaixo da tela frontal. Ok, a Motorola já lançou o aparelho e a solução que eles apresentaram talvez não seja a pior, mas esse espaço atrapalha, menos que o entalhe é bem verdade, mas atrapalha.

Motorola One Vision buraco na tela
Motorola One Vision buraco na tela

Certamente teremos em um próximo Motorola One a tela sem nada. E se você reparou, ainda temos algumas bordas por toda aresta da face frontal.

Já na parte de trás, temos o conjunto duplo de câmeras, separado delas o flash dual led, ainda o sensor de impressões digitais, atual melhor posição, quando não empregado abaixo da tela.

Temos o cabo P3 na parte de cima e a saída de som multimídia na parte de baixo, junto com a saída USB-C. Já mencionei em outros reviews, seria melhor todas as saídas de cabos juntas, principalmente quando há necessidade do uso de carregador e fones ao mesmo tempo, todos os cabos ficam ali na mesma área.

Motorola One Vision review
Motorola One Vision review
Motorola One Vision review
Motorola One Vision review
Motorola One Vision review
Motorola One Vision review
Motorola One Vision review

HARDWARE E PERFORMANCE

Você já viu algum aparelho da Motorola utilizando processador da Samsung? Esse foi o primeiro. Exynos 9609, com 4GB de memória RAM, e 128GB de armazenamento interno. Um processador legal, com memória RAM que considero o mínimo hoje, e armazenamento ideal para combinar custo com benefício.

Será que esse processador é bom? Em nossos testes de performance, ele se saiu bem, confira:

Pode ver que o aparelho teve desempenho acima de concorrentes diretos como o Zenfone 5 e mais o G7 Plus. No programa Roda Liso aqui do Oficina da Net, você pode ver que ele teve também um desempenho bom, rodando liso quase todos os jogos.

Esse é um ponto forte do aparelho, o desempenho dele, aliado a um software limpo, torna a experiência de uso prazerosa.

Tela

A tela FullHD+, proporção 21:9 é bastante espichada, aliás, não tinha visto um smartphone assim. A Motorola chama essa tela de CinemaVision, devido a proporção da tela ser igual aos novos filmes exibidos. Porém, a tela CinemaVision não tem alguma certificação da indústria do cinema.

Tela do Motorola One Vision
Tela do Motorola One Vision

Mesmo assim, as cores são bastante fiéis, quando o nível de brilho está alto. Há opção de escolher o modo de cores, naturais, realçadas ou saturadas. Seria basicamente três níveis de saturação.

E Motorola, não, não há condições de usar a tela por completo com apenas uma das mãos.

Câmeras

O conjunto de câmeras do Motorola One Vision começa com duas traseiras de 48MP, no sensor principal com abertura f/1.7, e outra que você não pode usar, não tem opção, mas ela serve para auxiliar o sensor principal, quando são feitas fotos noturnas, quando são feitas fotos com fundo desfocado. É aí que o sensor secundário de 5MP abertura f/2.2 entra em ação.

Galeria de fotos:

Motorola One Vision
Motorola One Vision
Motorola One Vision
Motorola One Vision
Motorola One Vision
Motorola One Vision - Modo Noturno
Motorola One Vision - Modo noturno
Motorola One Vision
Motorola One Vision
Motorola One Vision
Motorola One Vision
Motorola One Vision
Motorola One Vision
Motorola One Vision
Motorola One Vision
Motorola One Vision

Esse é um conjunto legal para um smartphone intermediário, intermediário premium. Os 48MP vão juntar 4 pixels em 1, no final você terá uma imagem de 12MP combinada. Esse mecanismo já é natural, e a ideia aqui e juntar mais luz e tornar a foto mais nítida.

Modo noturno: é uma onda que veio para ficar. Agora todos aparelhos estão vindo com essa feature. O Night Vision como é chamado, automaticamente sugere para mudar o modo quando encontra uma cena com baixa incidência de luz. Você vai fotografar, esperar por alguns instantes até que a câmera capture mais informações do momento e combine esses instantes a sua foto original, deixando entrar mais luz e por fim apresentando uma imagem bem mais clara. Se você ainda não viu esse efeito em um smartphone, vai se surpreender com o resultado. O Motorola One Vision, não chega nem perto do Huawei P30 Pro nesse quesito, testamos ele aqui e você pode ver o review. Mas para um intermediário, ele está de parabéns.

Sem modo noturno / com modo noturno
Sem modo noturno / com modo noturno

As fotos ficam realmente mais claras, porém, houveram alguns momentos em que ele tentou demais tornar a foto nítida, aplicando muito efeito de nitidez.

Fotos noturnas com nitidez exagerada
Fotos noturnas com nitidez exagerada

Sabe, quando você aprende a mexer com algum software de edição e troca do 0 para o 100 no menu de nitidez? É quase aí que chegou. Mas não são todas as fotos que ele faz isso, geralmente quando a luz está muito baixa.

Modo retrato
Modo retrato

Modo retrato: O One Vision também conta com modo retrato. Com a câmera traseira, ele vai usar os dois sensores para aplicar o efeito de recorte. o de 5MP foca no fundo e profundidade de campo, enquanto o de 48MP foca no rosto da pessoa. A combinação gera o efeito que conhecemos como bokeh. A câmera frontal também é capaz de gerar esse efeito, ela aplica de modo digital, simulado por software, não fica tão bom quanto o conjunto traseiro, mas é de relevar. Você tem opção de escolher o nível de borrado do fundo.

A câmera frontal, conta com sensor de 25MP, abertura f/2.0 faz selfies nítidas quando há boas condições de luz. Ela também comprime 4 pixels em um, saindo uma foto de 6,2MP.

Galeria de fotos da câmera frontal:

Selfies Motorola One Vision
Selfies Motorola One Vision
Selfies Motorola One Vision
Selfies Motorola One Vision
Selfies Motorola One Vision

No geral a câmera faz boas fotos para um aparelho na faixa de preço entre 1500 a 2000 reais. As cores da foto original são bem próximas da realidade, tem nitidez suficiente para o preço, conjuntos bons de câmeras, tanto na traseira quanto na frontal. As câmeras é um ponto que você vai gostar, se está habituado com smartphones nessa faixa de preço. Os vídeos saem em 4K a 30fps, tem câmera lenta de 240fps em 720p.

Bateria

Precisamos falar da bateria. Motorola, esses 3500mAh de bateria não estão certos. O processador Exynos 9609 consome bastante energia. Em nenhum momento dos testes fui capaz de fazer mais de 5 horas de tela, a maior tempo foi 4 horas e 58 minutos. Tudo bem que para uso cotidiano você vai conseguir chegar ao final do dia sem necessidade de carregar, mas eu esperava mais dos 3500 mAh.

Especificações completas do Motorola One Vision:

Motorola One Vision
Status
Verificado
Data lançamento
15/05/2019
Preço de lançamento
R$ 1.999,00
Menor preço histórico
R$ 1.164,94
Preço atual
R$ 2.099,00
Corpo
Peso
181g
Proteção IP68
Não
Plataforma
Processador
GPU
Mali-G72 MP3
Sistema operacional
Android 9 Pie
Memórias
Memória RAM
Armazenamento Interno
Armazenamento Extra
256 GB
Tela
Tela - Tipo
IPS
Tela - Tamanho
6.3
Tela - Resolução
2520 x 1080
Câmera principal
Câmera principal
48 MP e 5 MP
Vídeo
4K - 30 fps
Câmera frontal
Câmera Frontal
25 MP
Bateria
Bateria
3500 mAh
Redes de dados
3G
Sim
4G
Sim
5G
Não
Wi-Fi
Sim
Bluetooth
Sim
GPS
Sim
NFC
Sim
Som
Som
Dolby Atmos e Mono
3.5mm jack
Sim
Outros
Rádio FM
Sim
TV Digital
Não

MAIS ALGUMA COISA?

Som: O som é mono, tem saída apenas na parte de baixo do aparelho. E para um som apenas mono, ele é bom. Não tem volume exacerbado, mas é suficiente.

Software: Sabe que ele roda Android One, que é a versão com menos modificações do Android. No caso da Motorola há duas, a primeira, é o software da câmera que foi feito pela fabricante. A segunda modificação é o app Moto, que combina o Moto ações e Moto tela. Duas features que usuários da Motorola se acostumam a utilizar e sentem falta quando não estão mais na plataforma da fabricante.

Updates: Como parte do programa Android One, o Motorola One Vision tem garantido três anos de updates mensais de segurança. Além disso, a Motorola garantiu upgrade para Android Q e R.

O slot de cartões é híbrido, no primeiro só o chip de operadora, e no segundo você escolhe ou microSD de até 512GB ou outro chip.

VEREDICTO

Prós
  • Design
  • Conjunto de câmeras
  • Performance
  • Software
Contras
  • Bateria
  • Buraco na tela
Motorola One Vision
7.5

Para você que gosta de um smartphone com sistema limpo, o Motorola One Vision vai te acertar em cheio, nele você fará fotos com qualidade equiparada ao preço, nada muito extraordinário, porém, também não deixa a desejar. A performance dele é de enaltecer, o processador Exynos faz bem esse trabalho, e por trabalhar bem, ele consome bastante energia, mais do que deveria.

A tela com proporção de cinema as vezes atrapalha, tomara que esta proporção não se torne padrão, eu gosto do formato mais fino de aparelhos, mas nesse caso foi demais.

A minha nota para o aparelho é um 7.5, onde os pontos forte dele são design, conjunto de câmeras, performance e software. Os pontos fracos são bateria e o buraco na tela. O preço sugerido dele chegou em 1999, caro pelo conjunto. Atualmente encontrado pela faixa de 1700 a 1800 reais, um preço mais justo. Confira algumas ofertas abaixo:

E aí, gostou do Motorola One Vision? Deixe o comentário abaixo.