Operadora do Reuni Unido EE retira celulares Huawei de seu lançamento da rede 5G

Como se já não bastasse os diversos ataques e cortes vindos dos EUA, no Reino Unido a operadora de telecomunicação EE tomou a decisão de retirar todos os smartphones da chinesa de seu lançamento da rede de internet móvel 5G que ocorrerá no dia 30 de Maio.

Por | @Vitor_Valeri Smartphones Pular para comentários

A Huawei levou mais um soco na barriga. Como se já não bastasse os diversos ataques e cortes vindos dos EUA, no Reino Unido a operadora de telecomunicação EE tomou a decisão de retirar todos os smartphones da chinesa de seu lançamento da rede de internet móvel 5G que ocorrerá no dia 30 de Maio.

A EE lançará no final do mês de maio sua rede 5G e tinha planos de vender para seus clientes o Huawei Mate 20 X e posteriormente os celulares dobráveis Mate X Foldable.

Após a recente proibição dos EUA para operadoras de telecomunicações chinesas e ver a Huawei perder o acesso ao Android e fornecimento de peças, a EE decidiu "pausar" o início das vendas dos celulares Huawei. Quando perguntaram sobre o motivo dessa ação, o chefe da divisão de consumo, Marc Allera, disse: "Colocamos os telefones Huawei em pausa, até termos mais informações".

Operadora de telefonia EEOperadora de telefonia EE

Até que tenhamos a informação e a confiança que garantem que nossos clientes receberão suporte para a vida útil de seus dispositivos conosco, os dispositivos Huawei terão pausa.

Mesmo que faça sentido realmente fazer uma pausa nas vendas até que seja definido de fato o futuro da Huawei, isso pode afetar de certa maneira a adoção da nova rede 5G. Atualmente existem poucos dispositivos no mercado que suportam a tecnologia 5G e isso pode fazer com que pouquíssimas pessoas tenham a possibilidade de utilizar a nova tecnologia e serem incentivadas a comprarem mais aparelhos que aceitam a tecnologia.

A empresa EE não está apenas deixando de vender smartphones Huawei como também fará a remoção de aparelhos da Huawei de sua rede 4G. Isso faz parte de uma nova política de mudança que começou após a aquisição da EE pela BT em 2015, que inclui como plano a desinstalação de equipamentos da Huawei de partes vulneráveis da rede suscetíveis a violação de segurança.

A BT pretende remover toda a tecnologia Huawei dos sistemas principais de sua rede 4G até o ano de 2022.

Fonte: AndroidCentral

siga Oficina da Net no Instagram