Oficina da Net Logo

As câmeras dos smartphones serão melhores que uma câmera fotográfica digital?

Será que um dia, em um futuro próximo ou distante, as câmeras dos smartphones serão melhores do que uma câmera fotográfica digital? É uma afirmação ousada, porém temos a evolução rápida da tecnologia.

Por | @oficinadanet Smartphones Pular para comentários

Nos últimos anos, alguns entusiastas de tecnologia sugeriram que a tecnologia de câmeras de smartphone se tornariam tão boas quanto uma câmera fotográfica digital profissional, ou pelo menos uma semi-profissional. É uma afirmação ousada, então vamos considerar alguns dos fatos para saber se, em um futuro próximo, as câmeras dos smartphones serão melhores do que uma câmera fotográfica digital (ou não).

A tecnologia de câmeras de smartphone evoluiu muito nos últimos anos, e se os desenvolvimentos continuarem em sua trajetória atual, então, em 10 anos, as câmeras de dispositivos móveis devem ser capazes de produzir imagens comparáveis ​​às das câmeras top de linha atuais. E com recursos e funcionalidade igualmente impressionantes. Então, isso prova que a câmera está de fato condenada?

As câmeras dos smartphones serão melhores que uma câmera fotográfica digital?

É necessário levar em conta que, na próxima década, não só as câmeras de smartphones, mas também a tecnologia de sensores de câmeras deve melhorar massivamente. Assim, mesmo que os smartphones se tornem capazes de produzir uma imagem com a qualidade que uma DSLR full-frame pode oferecer hoje, imaginem quão melhor seria a câmera equivalente - é tudo relativo.

Então, enquanto você pode estar pensando agora, "bem, eu ficaria feliz com isso", nós apostamos que em 10 anos você não pensará assim. À medida que a tecnologia melhora, nossas expectativas aumentam de acordo com ela. Portanto, se você se acostumar com esse nível mais alto de qualidade da sua câmera, naturalmente considerará seu smartphone inferior, o que sempre será. Leia em destaque: Moto G7: Motorola lançou nova família da linha G com preços de R$999 até R$1899.

Os smartphones têm, para todos os efeitos, matado a câmera compacta padrão.

Os smartphones, para todos os efeitos, acabaram com o mercado de câmeras compactas padrão. O fato de que a maioria das pessoas sempre tem um smartphone à mão, juntamente com o fato de que elas produzem uma qualidade de imagem que rivaliza com a de uma câmera compacta, significa que menos pessoas estão comprando esse tipo específico de câmera.

No entanto, compactas robustos - aquelas que podem ser usados ​​debaixo d'água, congeladas, descartadas e geralmente mal tratadas - são uma exceção, porque oferecem algo único. Assim como as compactas de prestígio, que apresentam sensores maiores, e os controles e configurações que você encontraria em uma câmera DSLRs e mirrorless.

Quando se trata de DSLRs e mirrorless, esses dois tipos de câmeras produzem uma qualidade de imagem significativamente melhor do que os melhores smartphones, além de oferecer lentes intercambiáveis ​​de alta qualidade, que possibilitam a captura de uma ampla variedade de assuntos: Profundidade de campo em retratos e naturezas-mortas, ultra-grande angular para paisagens, teleobjetiva para esportes, macro para fotografia em close-up extremo e controle de perspectiva para arquitetura.

A que é estamos

Muitos smartphones da atualidade são capazes de fotografar arquivos RAW, bem como JPEGs, o que significa que, quando se trata de edição, você tem muito mais controle sobre a aparência de uma imagem, incluindo aprimoramentos como redução de ruído. 

Junte isso a um aplicativo como o Lightroom CC (Windows, Android e iOS), e você poderá produzir imagens com aparência fantástica na Web, ou impressas em tamanho pequeno, como 17 x 12 cm ou 25 x 20 cm.

O Lightroom CC também permite capturar imagens de alta faixa dinâmica (HDR) no formato DNG universal da Adobe, o que significa que você pode capturar uma faixa dinâmica muito mais alta do que com um arquivo DNG padrão. Além disso, você pode usar os poderosos controles de edição, que incluem ferramentas de ajuste localizadas usando o controle de toque, se você tiver uma assinatura da Creative Cloud, e as possibilidades são enormes.

A questão mais difícil de tudo isso é se realmente importa que a qualidade da imagem do smartphone seja inferior à das DSLRs e das mirrorless. No final, tudo se resume a três coisas principais: Suas expectativas de qualidade de imagem, quanto controle sobre coisas como exposição e escolha de lentes que você precisa, e o que você estará fazendo com suas imagens. 

Para algumas pessoas, um smartphone é como a câmera compacta básica, enquanto para outros é pouco mais que um dispositivo para fazer imagens instantâneas, em complemento à sua câmera principal.

 

O futuro da tecnologia de câmeras

As grandes melhorias que provavelmente veremos na tecnologia de câmera fotográfica nos próximos anos serão nas áreas de ISO e controle de ruído, faixa dinâmica e resolução. As câmeras sem dúvida conseguirão capturar uma faixa dinâmica muito mais ampla, o que um dia poderia significar que os filtros graduados ND se tornarão obsoletos, porque as câmeras serão capazes de capturar todos os detalhes dentro de uma cena, independentemente do contraste. E o controle de ruído de alto ISO pode ser tão eficaz que as configurações ISO altas são capazes de fornecer imagens mais limpas do que as configurações mais baixas podem hoje.

Para o fotógrafo que gosta de usar a câmera, poderíamos um dia ver sensores onde a sensibilidade à luz pode ser alterada e graduada, de uma parte do sensor para outra? Controlado pela tecnologia touchscreen, o 'filtro graduado' pode ser 'desenhado' sobre a parte desejada do quadro, da mesma maneira que você usa a Ferramenta de Filtro Graduado no Lightroom Mobile.

Outros desenvolvimentos aqui poderiam incluir configurações ISO mínimas menores, o que reduziria a necessidade de filtros ND. A maioria das câmeras tem um mínimo de ISO de 100, embora seja 50 em algumas câmeras de ponta..

Muito disso, é claro, é uma ilusão por parte dos fotógrafos e engenheiros - há 20 anos atrás, quem pensaria que hoje estaríamos andando por aí com dispositivos touchscreen, conectados a internet móvel rápida e massivamente mais poderosos que computadores?

Parece que quase tudo é possível. O futuro da tecnologia de câmeras parece promissor, tanto para câmeras convencionais quanto para as de nossos smartphones, e mal podemos esperar para ver que inovações estão chegando.

Costuma-se dizer que a melhor câmera é a que você tem na mão e, embora seja uma citação muito usada, também é verdadeira.

Então, os dias da câmera fotográficas digitais estão contados? É altamente improvável. Costuma-se dizer que a melhor câmera que você tem é a que está na sua mão e, embora seja uma citação muito usada, é verdadeira.

Quanto melhor a qualidade da imagem de um smartphone, e quanto melhores seus controles e aplicativos para edição, mais fácil será para você capturar as melhores imagens possíveis quando precisar. 

Os smartphones nunca substituirão as câmeras, mas se tornarão cada mais ferramentas poderosas, com a vantagem de poder carregar no seu bolso, a qualquer momento, para usar como uma opção compacta que complementa a qualidade e o controle oferecidos pela sua câmera DSLR ou mirrorless.

Comentários
Carregar comentários
Siga nossas redes sociais