Oficina da Net Logo

Estudo diz que smartphone não prejudica saúde mental das crianças

O uso de smartphones por crianças ainda é um assunto bastante discutido entre pesquisadores e também pela própria família.

Por | @oficinadanet Smartphones Pular para comentários

Desde que os smartphones ganharam força na vida das famílias, muito se discute o seu uso no ambiente familiar, em especial com as crianças. Não é novidade nos depararmos com os pequenos com celulares e tablets em mãos jogando, assistindo desenhos, acessando aplicativos, entre outras coisas. Porém, até que ponto que isso tudo é benéfico?

Agora, um estudo publicado pelo periódico Child Developmet e realizado pelo Instituto de Internet de Oxford e da Cardiff University diz que crianças expostas a smartphones não são prejudicadas tanto quanto era pensado anteriormente.

Estudo diz que smartphone não prejudica saúde mental das crianças.Estudo diz que smartphone não prejudica saúde mental das crianças.

Ao contrario disso, o uso dos aparelhos é até interessante para elas, já que podem trazer benefícios ao psicológico dos jovens. Porém, vale mencionar que tudo isso se o uso for feito de modo moderado. Leia em destaque: Mitos e dicas sobre baterias de smartphones.

Os cientistas, para a pesquisa, avaliaram as condições de uso e coletaram dados de 20 mil pais no decorrer de um mês. Como conclusão foi de que o uso da tela digital não é ruim para o psicológico das crianças, diz o Dr. Andrew Pryzbylski, que liderou a pesquisa.

“Nossas descobertas sugerem um contexto familiar mais amplo. Mais importante do que o ‘tempo de tela’ é saber como os pais estabelecem regras e se eles estão ativamente envolvidos na exploração do mundo digital juntos. O objetivo da pesquisa é se concentrar em como os pais ou cuidadores podem transformar o ‘tempo de tela’ em um ‘tempo social’, que pode afetar o bem-estar psicológico e a curiosidade da criança, assim como os vínculos com o cuidador envolvido”, diz o pesquisador.

A proibição por completo do uso do celular não é a medida mais eficaz, sendo que é necessário que pais e filhos possam participar juntos das atividades dos dispositivos móveis.

E você, como lida com a tecnologia em relação aos filhos?

Comentários
Carregar comentários