Review Moto G5S - Um Moto G digno | Análise em vídeo

Um smartphone para os fãs da Motorola. Evolução de alguns erros tornaram o Moto G5S a versão definitiva da linha 5.

Por | @nmuller99 Smartphones

A Motorola tem lançado diversos aparelhos no Brasil, em se tratando de 2017, foram dez, até a data deste review, a linha G, soma quatro novos smartphones, já passaram aqui pela redação, o Moto G5, Moto G5 Plus, e agora chegou a vez do Moto G5S, esse sim, um verdadeiro MOTO G.

Bem, e o que ele tem de diferente da versão “standard” do Moto G? Em termos de aparência, pouca coisa, mas na sua magnitude muito. Ele agora vem revestido totalmente em metal, não tem mais aquela capa traseira removível, conta com os cantos da tela arredondados e protegidos por Gorilla Glass 2.5D, o corte de diamante nas arestas deixou o telefone com uma pegada muito boa.

São detalhes bobos, que poderiam ter feito a versão inicial do Moto G5 ainda mais sucesso, e quem sabe nem existiria esta versão S. Quem sabe a versão S é justamente a correção de problemas no standard. Mas enfim, deixo aqui um outro post comparativo das duas versões de Moto G5.

Inscreva-se em nosso canal no Youtube:

 

Design e construção

A Motorola tem uma linha de design e segue ela a risca. A série E, C e G são todos muito parecidos. No caso do G5S a marca deu uma caprichada. O telefone é bonito, a cor azul safira se destaca aos demais smartphones que geralmente são preto, prata ou dourado. O tamanho do smartphone é ideal, com tela de 5,2” em formato 16:9, a largura é tradicional para a forma de tela.

O acabamento, revestido em metal com cortes diamante, logo alinhado ao vidro que possui cantos arredondados, tornam a pegada do aparelho firme e boa, além é claro de trazer um ar de sofisticação ao produto.

A face frontal do Moto G5S é revestida totalmente por vidro, na área superior a câmera frontal, sensor de proximidade, alto-falante de chamadas e flash frontal. O logo da Moto vem abaixo do falante, que é logo após preenchido pela tela. E no fim temos o sensor de impressões digitais que serve como botões capacitivos, se configurado. Confesso que ao lado dele, poderiam estar os botões capacitivos, se este espaço sobrou, seria melhor utilizar eles ali, ao invés de enfiar na tela e ocupar espaço. Eu sei que posso configurar o botão para trabalhar como capacitivo, mas não é tão confortável quanto se estivessem ali presentes.

Motorola Moto G5S - face frontalMotorola Moto G5S - face frontal

Na face traseira dele, contamos com um microfone de ruídos, também a protuberância onde estão: câmera traseira, sensor de proximidade e foco, flash single led. Vemos nesta face, o logotipo da Motorola, em um pequeno rebaixo, espaço onde poderia estar o sensor de impressões digitais. As faixas que você vê nesta face, são em plástico, utilizadas pela antena do smartphone.

Motorola Moto G5S - face traseiraMotorola Moto G5S - face traseira

Na parte esquerda, está o slot para cartões SIM e expansão, híbrido (aquele que você ou escolhe 2 cartões SIM, ou 1 sim e 1 microSD). E na direita os botões de volume e desligar/travar.

Botões laterais do Moto G5SBotões laterais do Moto G5S

Na parte superior apenas a entrada P2 para os fones de ouvido. E na parte inferior temos o alto-falante para sons de mídia, a entrada usb e um microfone de chamadas. Bem o alto-falante nesta posição não é agradável, principalmente se você assiste a vídeos ou então em games, segurando o smartphone na horizontal.

Motorola Moto G5S - superfície de cima e de baixoMotorola Moto G5S - superfície de cima e de baixo

As dimensões do aparelho são: 150 x 73.5 x 8.2 mm e ele pesa 157 gramas.

Dimensões do Moto G5S: 150 x 73.5 x 8.2 mm. Peso 157 gramasDimensões do Moto G5S: 150 x 73.5 x 8.2 mm. Peso 157 gramas

Uma coisa que me frustrou um pouco no design foi a protuberância da câmera, que apesar de ser necessária, quando o smartphone está deitado sobre a mesa e alguma notificação ativa a vibração, ele treme de forma incontrolada, já que a superfície de apoio é pequena, o que faz com que o telefone fique bamba.

No restante, achei a versão mais bonita da linha G.

 

Hardware

Em termos de hardware, ele e o Moto G5 são praticamente idênticos, a diferença primordial está na câmera traseira, que agora conta com 16MP, 3 a mais que o G5, já falo mais sobre a câmera.

A tela do G5S ganhou um reforço, conta com Corning Gorilla Glass 3, onde os cantos são levemente arredondados. Além disso, ela cresceu, agora com 5,2” também IPS, com resolução FULLHD, mas tem a densidade de pixels reduzida de 441 ppi para 424 ppi, reflexo de ter crescido e utilizado a mesma tela.

O processador Snapdragon 430 com 8 núcleos e 1.2GHz de processamento é inferior ao Snapdragon 617 de 1.5GHz usado no Moto G4, o reflexo disso está no relatório do AnTuTu que fez 45719 mil pontos no Moto G5S e 46261 pontos no Moto G4. A Motorola equipou o telefone com 2GB de memória RAM, onde julgam ser capaz de suportar o uso cotidiano dos brasileiros, visto que fora do país o smartphone chegou com 3GB.

Em termos de armazenamento, os 32GB são ideais para um smartphone custo/benefício. 16GB já não é mais suficiente para suportar os aplicativos e sistema operacional. A capacidade de expansão do telefone é 256GB, através de cartão MicroSD, encaixado no slot híbrido com os cartões SIM.

Preço R$ 799,00
Marca Motorola
Processador Qualcomm Snapdragon 430
GPU Adreno 505
Câmera Frontal 5 MP
Câmera Traseira 16 MP
Vídeo Full HD - 30 fps
Memória RAM 2 GB
Display - Tamanho 5,2"
Display - Tecnologia IPS
Display - Proteção Corning Gorilla Glass 3
Display - Resolução 1920 x 1080
Armazenamento Interno 32 GB
Armazenamento Extra 256 GB
Sistema operacional Android 7.1.1
Bateria 3000 mAh
AnTuTu 45791
Peso 157 g
3G
4G
Bluetooth
GPS
NFC
Wi-Fi
DLNA
Rádio FM
TV Digital
Acelerômetro
Bússola
Flash
Giroscópio
Sensor de proximidade
Vibração
Viva Voz
Sensor de impressão digital

Veja alguns comparativos do G5S: 

Bateria

Bem, nas especificações do telefone ele vem equipado com 3000 mAh, 200 a mais que o Moto G5, mas nos três aplicativos que testei, eles leram 2800 mAh. Contatei a Motorola para verificar se era algum defeito ou erro mesmo, a resposta deles foi:

A Motorola confirma que os aparelhos Moto G5 Plus, Moto G5S e Moto G5S Plus possuem baterias de 3.000 mAh, conforme anunciado no site e em materiais oficiais da marca.

Nos testes ela se manteve firme, em uso constante conseguimos atingir 5:20 minutos de tela ligada, isso gasto em cerca de 11 horas. O tempo de carga médio foi de 2 horas e 15 minutos, ele vem com um carregador turbo de 15W. 5V a 3A, um dos mais rápidos carregadores que já testamos.

Câmeras

Os 3 MP a mais de câmera remetem a uma fotografia melhor? Só este número não. Mas o conjunto da câmera tornaram as fotos um pouco mais nítidas em baixas condições de luz.  Fizemos um vídeo para analisar as câmeras em condições normais, confira. Veja o vídeo com o teste de câmera do Moto G5S:

O aplicativo tradicional de câmera do Android é um dos mais fracos, quando falamos em modo profissional. Já no modo automático, onde você apenas foca e manda capturar ele vai bem. As especificações da câmera são: abertura F/2.0, Flash LED, HDR, vídeo em FULL HD a 30 fps.

Já a câmera frontal é de 5 megapixels, conta com este sensor frontal para focar melhor a imagem, as selfies ficaram boas, com qualidade mediana. Pixelizam em locais escuros, mas nada que outros telefones também não o façam.

Veja uma galeria de fotos feita com o telefone:

Conectividade

O Moto G5S conta com as conectividades de rede GSM, GPRS, EDGE, HSPA+ 4G LTE. A Wi-Fi suporta A/B/G/N de (2.4 e 5GHZ). Tem a porta micro USB tradicional, fone de ouvidos 3.5mm. Conta com GPS, AGPS, GLONASS e BEIDU. Além dos sensores de impressão digital, giroscópio, acelerômetro, luz ambiente e sensor de proximidade. Tem rádio FM e não tem TV digital.

Sensor de impressões digitais

Ele fica posicionado na face frontal, tem capacidade de armazenar 10 dedos. Em nossos testes, poucas vezes ele foi inconsistente, na maior parte funcionou bem. O problema é que ele poderia ser o botão home, afinal está posicionado num local tradicional. Ao lado dele poderia ter os dois botões capacitivos, que pouparia espaço da tela. Mas enfim, acho que pelo fato do botão ter opções de navegação em um toque, onde com gestos você consegue fazer ações no android, eles deixaram desta forma.

Motorola Moto G5S - sensor de impressões digitaisMotorola Moto G5S - sensor de impressões digitais

Benchmark

Fizemos alguns testes para comparar o Moto G5 com outros aparelhos nos rankings. Dentre eles, o AnTuTu que foi um dos pontos determinantes no review. No app de benchmark ele atingiu a marca de 45719 pontos, comparando com o Moto G5 que teve 45143 pontos, podemos chegar a conclusão que em termos de hardware no máximo os dois aparelhos empatam.

Jogando ou operando funções cotidianas, o telefone não mostrou travamentos, salvo, quando estava abaixo dos 10% de bateria, mesmo sem moto econômico ativo.

 

Software

A Motorola traz uma versão bem simplista do Android. Sem muitas modificações, apenas alguns aplicativos incorporados, como por exemplo o Moto, que é a organização do Moto Ações e Moto Tela. O primeiro, é baseado em gestos que você faz e o telefone responde com alguma ação, como por exemplo sacudir o telefone e ele ligar a lanterna, ou então chacoalhar e ele abrir a câmera. Já o Moto Tela é uma opção para tirar a luz azul quando estiver utilizando o telefone no escuro e a central de notificações de tela apagada.

No restante ele é um Android com interface padrão do Google, não vem equipado com um software de câmera decente, em compensação não tem aplicativos impossíveis de desinstalar.

Veredicto

Bem, me parece que a versão S do G5 chegou para melhorar alguns pontos cruciais no desenvolvimento do antecessor, principalmente nos quesitos câmera e tela. Mas também incrementado com flash frontal, carregador TurboPower e 200 mAh a mais de bateria. Em relação a valores, eles até que estão bem próximos, se fosse para escolher entre eles, o G5S seria a minha escolha. A evolução do G5 para o G5S é pouca, portanto, o upgrade não vale a pena.

Motorola Moto G5SMotorola Moto G5S

Agora deixando de lado o comparativo entre os telefones, podemos enaltecer um pouco o design, que tem uma construção e acabamento muito bons. A câmera cumpre com sua obrigação de fazer fotos boas para um smartphone de até R$ 1000.

Preços do Moto G5S:

A bateria é normal, durabilidade máxima de um dia em uso moderado/intenso. Já o carregamento por completo é rápido, o que me agradou.

Os pontos negativos são a protuberância traseira da câmera que tornou o smartphone bamba, quando deitado sobre uma mesa. Qualquer vibração ele faz muito barulho. E também o gigabyte removido da memória RAM, o terceiro gb poderia ser um diferencial do aparelho.

Se você já foi um usuário Motorola e curte o sistema do jeito que a marca ajusta, o telefone é um ótimo custo/benefício.

Notas

  • 0 4 6 8 10
  • Processador
  • Câmera Frontal
  • Câmera Traseira
  • Memória RAM
  • Display - Tecnologia
  • Display - Proteção
  • Display - Resolução
  • Armazenamento Interno
  • Armazenamento Extra
  • Bateria
  • AnTuTu
45° em nosso ranking
Comparar
  • Motorola Moto G4
  • Motorola Moto G5S
  • Samsung Galaxy J7 Prime
COMPARAR

Mais sobre: smartphones motorola motog5s
Share Tweet
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo

Siga nossas contas no Twitter