ROG PHONE II [ANÁLISE/REVIEW] - O melhor smartphone para jogos

Analisamos o smartphone gamer ROG PHONE 2 da ASUS. Assista ao review do celular mais potente do mundo até então. Veja como ele se saiu em jogos e no dia a dia.

Por Reviews de smartphones Pular para comentários

O mais potente celular com sistema Android chegou no Brasil, custando a partir e R$ 4999, o aparelho conta com o que há de mais atual no mercado de smartphones. Mas, não é só isso, ele é um smartphone gamer. Por ter essa nomenclatura em seu DNA nos mostra que não foram lá só os componentes instalados dentro do aparelho tornando ele um celular para jogos, ele foi pensado, foi criado para trazer uma experiência que até hoje não havia passado. Realmente jogar no ROG PHONE 2 é outra sensação do que você jogar em qualquer outro smartphone.

É nesse ponto que quero tocar aqui e apresentar como é jogar em um smartphone gamer. Seja bem-vindo, senta aí pois o review é longo e você precisa assistir até o fim para entender tudo, eu me chamo Nicolas Muller e esse é o review do ROG PHONE 2 no Oficina da Net.

NOTA

9.5

ASUS ROG Phone II

Prós
  • Tela perfeita
  • Bateria monstro
  • Hardware impecável
  • Performance destruidora
  • Software bastante configurável
  • Design animal
  • Arrefecimento pensado e funcional
Contras
  • Sem carregamento wireless
  • Sem resistência a água

Design e construção

Nosso primeiro ponto é começar pela construção do ROG PHONE 2, quando mencionei que ele foi criado para ser gamer, a construção foi um dos pontos principais para esse projeto. Quando jogamos, há necessidades que estão além do simples jogar, sim, imagine você passadas 1 hora de jogo no celular, como seria essa sensação no seu aparelho atual. Haveria bateria ainda? Quem temperatura estaria? Suas mãos comportariam ainda segurar o aparelho de forma confortável? A tela depois de aquecida ainda responde de forma normal? Pois então, essa resposta é o que a ASUS buscou para trazer no ROG Phone 2 a experiência de quem passa horas jogando.

Vamos começar pelas coisas extras que a ASUS empregou no telefone, como a segunda porta USB-C. Qual a posição tradicional de jogo? É o smartphone deitado, na posição que chamamos de paisagem, com as duas mãos posicionadas nas então laterais do aparelho. Seria aí já um problema de acesso a porta USB-C que geralmente, se não em todos os produtos, está localizado na parte de baixo do telefone, por este motivo a ASUS adicionou outra porta USB-C na lateral esquerda do telefone. Para que você possa jogar e carregar o telefone ao mesmo tempo. Apesar de eu falar aqui no canal que isso é prejudicial ao telefone, principalmente à bateria, a ASUS pensou na solução para evitar o aquecimento que já explico logo mais. Voltando a essa USB-C, ela também serve para acoplar os acessórios extras que você pode adquirir.

Sabe que além da USB-C, o ROG PHONE 2 tem seus alto-falantes posicionados nas bordas da face frontal do telefone. São dois speakers que reproduzem um som alto mesmo. Eles também foram pensados para ficar sob a tela, local onde a mão não cobre.

Dois alto-falantes no ROG PHONE 2
Dois alto-falantes no ROG PHONE 2

As bordas na face frontal foram colocadas ali de propósito. O celular tem essas bordas para o jogador poder de forma mais ergonômica pegar o telefone sem dar toques acidentais. Na borda de cima, o sensor da câmera foi também posicionado mais para a direita, para evitar que seu dedo passe por cima da tela enquanto joga. Por que isso? No ROG PHONE 2, e em outros celulares também, você pode transmitir a partida e sua face pela câmera ao mesmo tempo para fazer lives. O posicionamento centralizado faria com que seus dedos estivessem cobrindo quando movesse o dedo.

Tela 120Hz
Tela 120Hz

Ainda na face frontal, a tela como já disse, tem bordas nas arestas de cima e em baixo, a tela não é dos modelos waterfall ou tela infinita, ela é achatada mesmo. O motivo é para o jogador ter visão total de todas informações da tela, seja algum gráfico ou hud do game ou mesmo os cenários. Ah sim, já que estamos falando em construção, a tela não é de 60Hz, frequência costumeira que vemos na maioria dos telefones, ela também não é 90Hz, mas sim 120Hz. Quer dizer que, a taxa de atualização do jogo pode chegar até 120FPS que o ROG PHONE 2 vai conseguir de forma fluída, transmitir todos esses frames para o jogador.

---- Senhores entendidos de frequências e frames, deem um tempo se vierem falar que frequência não é frame rate. ----

Além disto, a sensibilidade tátil do ROG Phone 2 é de 240Hz, então, ele consegue interpretar muito mais rápido o toque que você dá na tela do que telas convencionais.

Estamos até agora falando praticamente só da frente do telefone, vamos agora então para a parte de trás. Ele de cara mostra seu design imponente, com linhas e cortes característicos da marca ROG que significa Republic of Gamers, uma submarca da ASUS, que produz todos componentes para gamers. Desde peças para PC, periféricos, quanto agora smartphones.

O conjunto de câmeras duplo alinhado lado a lado, e logo posicionado à direita, vemos dois LEDs separadaos. Um deles é para fotografar, o outro serve para você iluminar a case, acessório que você pode comprar. É um LED RGB, para né, gamers.

Logo ROG RGB

ROG PHONE 2 - Logo RGB
ROG PHONE 2 - Logo RGB

Falando em RGB, a logo da ROG também é iluminada e você pode configurar cores para ela, pode até personalizar cores quando recebe chamada, pode colocar cores para contatos, enfim, é personalizável.

Arrefecimento

Ainda na parte de trás existe esse corte e uma área de metal que é aberta para troca de calor com os componentes internos. Ela não entra em contato com o sistema de resfriamento do telefone, serve mesmo para deixar o ar quente de dentro sair. É uma forma passiva de arrefecimento. Muito cuidado para não deixar cair líquidos nesse lugar, até acho uma fragilidade do projeto, por vezes você pode deitar o smartphone sob pingos dágua e eles entrarem.

Arrefecimento passivo - ROG Phone 2
Arrefecimento passivo - ROG Phone 2

Existe além dessa forma de arrefecimento, outra, a ativa. Chamada de câmara de vapor, a ASUS criou uma peça de cobre vaporizada internamente, que fica diretamente em contato com bastante componentes internos. Essa câmara dissipa o calor principalmente para a frente do aparelho, local onde segundo a ASUS é o melhor escape de temperatura.

Air trigers

Rapaz, se você joga FPS, os air trigers, botões digitais na lateral do aparelho vão te ajudar e muito, mesmo para outros jogos, mas em especial os fps. São dois botões que podem ser personalizados, jogo a jogo. É bem simples para mapear, já lhe mostro como fazer. Mas a ideia aqui é você poder ativar botão para mira e tiro em locais onde são perfeitos para uso, assim como você que joga no console já usa com os gatilhos do controle de Playstation ou Xbox.

Air triggers
Air triggers

Ainda na estrutura dele contamos com a saída para fones de ouvido 3.5 mm, que a maioria dos smartphones gamers não têm. Aliás, é estranho um gamer jogar sem fone.

O aparelho é grande, feito para consumir conteúdo, com tela grande e também é pesado, são 240g. Um dos smartphones mais pesados que existe, sem dúvida o mais pesado que já testei. Além do corpo grande, ele carrega uma bateria de 6000 mAh. Atualmente bateria para ser grande, ela precisa fisicamente ser grande também, isso pesa o produto, mas em compensação retorna boa autonomia para as jogatinas.

Hardware e super performance

Como já falei diversas vezes, o telefone é hardware puro. Com versão de 8GB e 12GB de Ram o ROG Phone 2 sem dúvidas é o smartphone que mais vai lhe propiciar performance em um Android. Essa afirmação é comprovada pelos relatórios de benchmark.

Benchmark do ROG Phone 2:

AnTuTu
409.928
376.671
373.953

Depois de ter visto os relatórios de benchmark, podemos ver que realmente o ROG PHONE 2 têm todas especificações que um usuário exigente precisa. Se você está em busca de um smartphone que seja veloz em todos aspectos, o ROG Phone 2 vai te entregar.

Teste de jogos:

Especificações do ROG PHONE 2:

Data lançamento 22/10/2019
Preço de lançamento R$ 4.499,00
Peso 240 g
Proteção IP68
Processador Qualcomm Snapdragon 855+
GPU Adreno 640
Sistema operacional Android 9 Pie
Memória RAM 12 GB
Armazenamento Interno 512 GB e 256 GB
Armazenamento Extra Não Possui
Tela - Tipo AMOLED
Tela - Tamanho 6.59
Tela - Resolução 2340 x 1080
Tela - Proteção Gorilla Glass 6
Câmera Traseira 48 MP e 13 MP
Vídeo 4K - 60fps
Câmera Slow Motion 720p@480fps
Câmera Traseira - Abertura F/1.8 e F/2.4
Câmera Frontal 24 MP
Câmera Frontal - Abertura F/2.2
Bateria 6000 mAh
Som Estéreo
Câmera - estabilização ótica
Câmera - HDR
3G
4G
5G
Wi-Fi
Bluetooth
GPS
NFC
3.5mm jack
Rádio FM
DLNA
TV Digital
Acelerômetro
Bússola
Flash
Giroscópio
Sensor de proximidade
Vibração
Viva Voz
Sensor de impressão digital
Detecção facial
Barômetro

Veja um comparativo entre o ROG PHONE II e o Galaxy Note 10+ da Samsung.

Modo X

A Asus desenvolveu o Modo X, que auxilia na hora de jogar. Esse modo desativa a maioria dos aplicativos que estão em uso em segundo plano para assimilar toda a performance para o game ou aplicativo que estiver em primeiro plano.

E no Modo X que executamos todos os jogos e os testes de benchmark.

Tela 120Hz

É o ROG Phone 2 o primeiro smartphone a trazer uma tela AMOLED, com taxa de atualização de 120Hz e respostas em 1ms. É como ter um monitor gamer em seu celular. A precisão de cores é dada pelo certificado Delta-E < 1, e conta com HDR 10-bit. Tudo isso protegido pela Corning Gorilla Glass 6.

De fato a tela é incrível como eu já mencionei aqui. A fluidez que você já ouviu em outros vídeos realmente existe, e só é perceptível com o aparelho em mãos. Nunca eu tinha testado algo assim em um celular.

Bateria

Para guentar o tranco, o ROG Phone 2 conta com bateria de 6000mAh. Sim, 6 mil. Outro ponto importante e primeiro em um celular que testei. Esses 6000mAh vão te proporcionar por exemplo mais de 5 horas de PUBG Mobile com gráficos no máximo e 60FPS de reprodução. Ele

Para uso cotidiano, rapaz o telefone vai longe, principalmente se você deixar de mão os 120Hz e ativar o modo com 90Hz. Essa diferença é praticamente imperceptível para seus olhos, mas para a bateria fazer bastante. Certamente em uso moderado, redes sociais e navegação, você terá até 3 dias de bateria. Uso intenso, 1 dia.

Ele conta com carregador de 30W, poderia ser mais rápido, mas já é suficiente para você carregar 4000 mAh da bateria em 1 hora. Para completar a carga, leva cerca de 2 horas.

Câmeras do ROG PHONE 2

Um ponto que me perguntam muito é sobre as câmeras. Os smartphones gamers geralmente dão pouca atenção nas câmeras, afinal, elas são ponto extra do telefone e não afetam na jogabilidade ou desempenho, certo? Bem, no ROG Phone 2 esse problema foi resolvido trazendo câmeras do Zenfone 6 para ele. Certamente a ASUS teve um bom reaproveitamento de desenvolvimento pegando o ótimo trabalho que fizeram com o Zenfone 6 e inserindo no ROG Phone 2.

Câmeras do Rog Phone 2
Câmeras do Rog Phone 2

O ROG Phone 2 conta com o sensor principal de 48MP, abertura f/1.8, sensor da Sony, o IMX586, além de outro sensor de 13MP ultra-wide. Eles pecam em não contar com estabilização ótica, mas a estabilização eletrônica que a ASUS fez no telefone funciona super bem, inclusive em vídeos 4K a 60fps.

A começar pelas fotos que como de se esperar, traz qualidade excelente em ambientes bem iluminados, o sensor da Sony aliado ao pós processamento torna a foto do ROG Phone 2 uma das melhores do mercado, juntamente com seu "irmão" Zenfone 6.

A ASUS empregou um HDR aprimorado, é uma variante do HDR+. Ela aplica ainda mais cores e vibração as cores. De fato para quem gosta de fotos mais vivas, é uma opção legal. Nem sempre eu curti as fotos que fiz, prefiro ainda as cores mais realistas ou tendendo um pouco mais vibrantes do que o normal, já o HDR aprimorado por muitas vezes exagera, vai do seu gosto manter ativo ou não.

Eu falei que o sensor tem 48MP, certo? Pois, você até pode fazer fotos em 48MP, mas de fato eu aconselho a não colocar todo o tamanho de imagem e sim priorizar a qualidade. Ativando 12MP, a foto terá um sistema de 4 pixels em 1. Ou seja, vai juntar 4 pixels em 1 para ampliar a qualidade. É como se você pegasse no Photoshop uma imagem de 1200px de largura e transformasse ela em 300px. Essa técnica amplia os detalhes da imagem e remove bastante os pixels que "queimaram".

Você pode fazer Zoom de 2x pelo aplicativo. É um crop na imagem, o famoso zoom digital, que de fato não perde tanta qualidade de imagem e considero acertado o ponto da ASUS ter escolhido uma lente secundária ultra-wide ao invés de por uma telephoto de 2x. O Zoom digital não é de longe ruim e funciona, já acharia difícil para não dizer impossível de replicar o modo ultra-wide sem um sensor adequado.

Sim o ultra-wide! Com 13MP você pode fazer bastante coisas, não é comparável com o sensor principal em diversos ambientes, principalmente nos mais escuros onde a abertura de f/2.4 deixa a desejar. Mas temos aí uma câmera ultra-wide para nos auxiliar.

Vídeos

Faz vídeos estabilizados eletronicamente em 4K a 60fps. A estabilização como já falei funciona, aliás é muito boa, assim como a qualidade de gravação final. A lente utra-wide faz vídeos em 4K a 30fps.

A câmera frontal faz vídeos em FULLHD a 60fps, estabilizados eletronicamente também.

Falando em câmera frontal, o telefone conta com sensor de 24MP com abertura f/2.0. E de fato eu gostei do resultado das selfies dela, conta com modo de retrato que faz as fotos com fundo desfocado, tem qualidade e mantém cores bastante reais.

O que vocês precisam ter em mente é que esse telefone não foi feito pensado em câmeras, porém, elas estão fazendo um bom trabalho com a ajuda do que foi implementado no Zenfone 6. O ROG PHONE 2 traz ao usuário final a foto e vídeo do Zenfone 6 nas câmeras traseiras, na frontal é pior, de fato, justamente pelo Zenfone 6 utilizar o mesmo conjunto na frente e atrás. É até injusto comparar os dois nesse quesito.

Confesso que não testei o Galaxy Note 10, smartphone que julgamos ser o principal concorrente do ROG PHONE 2 aqui no Brasil, seja pela condição de hardware quanto pelos preços. Porém, pelas fotos que vi amigos fazendo, posso afirmar que o Note 10 se sai melhor nesse quesito.

Som de tirar o chapéu

Já ouviu aquela expressão é bom de tirar o chapéu? Se não ouviu, você deve ter nascido a pouco tempo, mas é algo que expressamos quando queremos enaltecer muito um produto ou quesito.

O áudio é parte essencial de jogar. O som produzido pelos dois alto-falantes frontais, isso mesmo, são dois posicionados na frente da tela, que foram muito bem aproveitados pela equipe de desenvolvimento da ASUS.

Além de produzir som de qualidade é alto, a ponto de quase ser comparado com uma dessas caixinhas de som portáteis. Sério, se você subir o volume vai precisar baixar por quase não aguentar tanto som.

O som tem capacidade de produzir áudio de alta qualidade em 192kHz, 24-bit e conta com certificação DTS:X Ultra 7.1 para fones de ouvido que tem esse suporte. Aliás, a ASUS não tirou a saída 3.5mm de fones de ouvido. Alguns smartphones gamers não contam com. Jogadores Pro, costumam utilizar fones de ouvido para ter imersão melhor no game, não sei o que passa na cabeça dos desenvolvedores em tirar a saída de som. Enfim, no ROG ela está lá, e altamente certificada.

Extra e acessórios

Podemos classificar como extra a qualidade em sinais Wireless. Como você joga na posição horizontal, na maioria dos jogos, o que acontece por padrão é tapar as antenas de sinal sem fio, geralmente posicionadas nas extremidades do telefone. A Asus colocou mais antenas internas para evitar a perda de sinal e manter a estabilidade de internet na hora da jogatina.

Acessório cooler, que acompanha no kit
Acessório cooler, que acompanha no kit

Os acessórios são outro ponto forte. Você, se quiser gastar uma grana, poderá comprar desde um joypad onde o ROG PHONE 2 se encaixa dentro tornando ele praticamente um Nintendo Switch, ou comprar um dock e jogar com teclado, mouse e ligar a saída em um monitor. Sério!

Software

A ROG UI, versão criada para o ROG Phone 2 é tremendamente pensada em gamers. Ela é diferente, não conta com muitos aplicativos terceiros, mas foca em jogos. Tem uma feature chamada X MODE, que parece ligar um transformer na hora de acionar. Além de acender o logo ROG na parte de trás do telefone ela flexibiliza todo desempenho para os jogos.

Modo X
Modo X

Existem tantas coisas para você configurar dentro do software que poderia virar um artigo falando só sobre elas. Desde configurações de jogos com o app Game Genie, que permite além de otimizar os jogos, transmitir o game atual para internet juntamente com a webcam do telefone. Ideal para streamers de jogos de celular.

Agora se você não curte muito interfaces do gênero gamer, pode voltar a utilizar a ZenUI 6, mesma equipada no Zenfone 6, basta ir nas configurações e ativar a laucher e pronto.

Veredicto

Sério, se você pensa em comprar um celular topo de linha para jogar, certamente o ROG PHONE 2 é a melhor opção de jogos, mas disparado longe. Não teve experiência melhor em jogar do que passamos no ROG. Nenhum outro aparelho nos proporcionou fluidez e tantos detalhes pensados em jogadores.

Super indicamos o ROG PHONE 2 para jogar
Super indicamos o ROG PHONE 2 para jogar

De fato, o ROG PHONE 2 é o melhor em jogos.

Onde comprar?

E aí, gostou do ROG PHONE 2? Deixe seu comentário.

Leia também: ROG PHONE 2 em jogos! O MATADOR - Roda Liso TUDO!. Acompanhe as últimas notícias de tecnologia aqui no Oficina da Net. Sempre trazendo conteúdos novos e produtos interessantes.

Compartilhe com seus amigos:
Tudo sobre
Comentários:
Carregar comentários