Cofundador da Oculus deixa o Facebook

Saída do Palmer Luckey da Oculus não foi revelada.

Por | @oficinadanet Negócios

Palmer Luckey, um dos cofundadores da Oculus, está deixando a companhia. A informação foi confirmada por um porta-voz da empresa à CNNTech na quinta-feira (30).

“A ausência de Palmer será duramente sentida. O seu legado se estende para além da Oculus”, disse a companhia através de comunicado. “Nós agradecemos por tudo o que ele fez pela Oculus e pela Realidade Virtual, e desejamos a ele tudo de melhor”, disse ainda a nota.

Cofundador da Oculus deixa o Facebook

Vale notar que a Oculus pertence ao Facebook desde 2014 e a saída de Luckey da empresa ocorre após uma série de polêmicas envolvendo o seu nome.

Em setembro do ano passado, surgiu uma notícia em que o executivo financiou um grupo que promovia na web ações contra Hillary Clinton, a candidata que foi derrotada das últimas eleições presidenciais dos Estados Unidos. O grupo ainda estaria ligado a visões racistas e antissemitas.

Para completar, em fevereiro deste ano, o Facebook perdeu uma ação judicial e foi obrigado pela justiça a pagar US$ 500 milhões à empresa de desenvolvimento de jogos ZeniMax.

A causa da saída de Luckey não foi revelada.

Mais sobre: oculusrift oculus_rift palmer luckey
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo