Redes sociais contribuem para aumento da sensação de solidão, indica estudo

As redes sociais, além da exposição de ideias, pensamentos, entre outras colocações, surgiram para unir as pessoas. Mas, será que é bem isso que está acontecendo?

Por | @RafaelaPozzebon Redes sociais

Você costuma acessar as redes sociais diariamente? Caso a resposta seja sim, você já teve a sensação de ser o único solitário no mundo? Calma! Se sua resposta continua sendo sim, saiba que você não é o único.

De acordo com um estudo realizado por psicólogos americanos e publicado no Periódico Americano de Medicina Preventiva, as redes sociais estão fazendo com que as pessoas se sintam mais solitárias.

O estudo diz que ao acessar sites como Facebook, Twitter e Snapchat por mais de duas horas por dia dobra aa probabilidade de alguém se sentir isolado.De acordo com os cientistas, a exposição a representações idealizadas na vida de outras pessoas também faz com que as pessoas sintam inveja dos outros usuários.

Redes sociais contribuem para aumento da sensação de solidão, indica estudo

Leia também:

"Não sabemos o que veio antes - o uso de redes sociais ou a sensação de isolamento social", diz a coautora do estudo Elizabeth Miller, professora de Pediatria da Universidade de Pittsburgh.

É possível que jovens adultos que se sentiam isolados socialmente recorreram às redes sociais. Mas pode ser que o uso cada vez mais intenso de mídia social levou eles a se sentirem isolados do mundo real.

O estudo indica que quanto mais tempo uma pessoa fica conectada, menos tempo ela encontra para interações no mundo real. Além disso, navegar por redes sociais pode desencadear sentimentos de exclusão como a inveja, como por exemplo, quando se vê fotos dos amigos em um evento ao qual não foi convidado.

“É importante estudar isso, porque há uma epidemia de problemas mentais e de isolamento social entre jovens adultos", afirma Brian Primack, da Escola de Medicina da Universidade de Pittsburgh.

"Somos criaturas sociais, mas a vida moderna tende a nos isolar em vez de nos aproximar. Apesar das redes sociais aparentemente criarem oportunidades de socialização, o estudo aponta que elas não têm o efeito que esperamos."

Para o estudo foram entrevistados quase 2 mil adultos com idades entre 19 e 32 anos sobre o uso em redes sociais como Twitter, Facebook, Instagram, Pinterest, Snapchat e Tumblr.

Mais sobre: facebook, twitter, redesocial
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários