Oficina da Net Logo

GoPro anuncia a demissão de 15% dos seus funcionários

Tony Bates, presidente da empresa, que já foi executivo da Microsoft e, em 2014, se juntou à GoPro, também deixará a companhia.

Por | @oficinadanet Tecnologia Pular para comentários

Na última quarta-feira (30), a fabricante da GoPro, a câmera de ação mais famosa do mundo, anunciou o corte de 15% da sua força de trabalho. A medida faz parte da reestruturação corporativa.

GoPro anuncia a demissão de 15% de seus funcionários. Apesar do aumento de vendas durante a BlackFriday, companhia passa por dificudades. CEO da <a onclick=empresa também deixará o seu cargo." />
GoPro anuncia a demissão de 15% de seus funcionários. Apesar do aumento de vendas durante a BlackFriday, companhia passa por dificudades. CEO da empresa também deixará o seu cargo.

De acordo com a GoPro, a mudança irá incluir o fechamento da divisão de entretenimento, uma redução no espaço do escritório e ainda o fim de mais de 200 trabalhadores de tempo integral, bem como uma pausa nas contratações. Leia em destaque: Entenda as diferenças entre as lentes de uma câmera fotográfica.

Tony Bates, presidente da empresa, que já foi executivo da Microsoft e, em 2014, se juntou à GoPro, também deixará a companhia. Com as medidas, a empresa deverá reduzir as despesas operacionais em cerca de US$ 650 milhões em 2017, o que deverá recuperar a lucratividade.

Vale mencionar que a situação da GoPro não está muito fácil. A empresa, no início de novembro, revelou resultados piores dos esperados, causando uma queda nas ações. O recall do seu drone recém-lançado também contribuiu para baixar o valor das ações.

A GoPro revelou ainda que as vendas das câmeras durante a Black Friday aumentaram 35% em comparação anual nos principais varejistas dos Estados Unidos. 

Comentários
Carregar comentários