Oficina da Net Logo

Seguindo passos do Google, Samsung poderá se dividir em duas

Os acionistas, ao que tudo indica, estão insatisfeitos com o modo em que a Samsung está sendo direcionada.

Por | @oficinadanet Tecnologia Pular para comentários

A Samsung poderá seguir os passos do Google e se dividir em duas. A pressão por parte dos acionistas pode estar associada ao fiasco do Galaxy Note 7, em que muitos consumidores ficaram insatisfeitos.

Samsung poderá se dividir em duas, igualmente ocorreu com o Google. A intenção é formar uma holding que possa gerenciar as demais empresas.
Samsung poderá se dividir em duas, igualmente ocorreu com o Google. A intenção é formar uma holding que possa gerenciar as demais empresas.

Leia também:

Leia em destaque: As tecnologias que morreram em 2018.

Uma das partes ficaria dedicada apenas para gerenciar as operações da companhia, enquanto a outra seria uma holding, com o propósito de controlar as outras empresas. O sistema parece ser muito parecido ao que ocorreu com o Google, que criou a holding Alphabet para supervisionar as demais empresas do grupo.

Os acionistas, ao que tudo indica, estão insatisfeitos com o modo em que a Samsung está sendo direcionada, já que muitos problemas têm se acumulado. Após os problemas com o Note 7, ainda teve o recall de 2,8 milhões de máquinas de lavar que poderiam estragar durante o uso, causando riscos às pessoas. Para completar, a sede da companhia em Seul também já sofreu duas batidas policiais devido a investigações ligadas aos recentes escândalos com a presidente Park Geun-hye.

Tal ação não é incomum, no geral, a intenção é forçar a empresa a pagar os dividendos aos investidores. A Samsung ainda não se manifestou sobre as intenções, porém, uma fonte anônima revelou que a proposta está sendo avaliada.

MAIS SOBRE: #Samsung  #galaxy  #empresa  #rafaelapozzebon
Comentários
Carregar comentários