Japão pretende construir o computador mais potente do mundo

A máquina será chamada de ABCI, um acrônimo para AI Bridging Cloud Unfrastructure.

Por | @oficinadanet Tecnologia

Cientistas japoneses revelaram o plano para a construção de um supercomputador para ser o mais potente do mundo. A intenção é reafirmar o país como líder do mercado tecnológico. A máquina super veloz custará US$ 173 milhões e será constituída por 130 quatrilhões de cálculos por segundo, disse a Reuters.

Japão pretende construir o computador mais potente do mundocomputador mais veloz do mundo. Japão, no entanto, pretende ultrapassar o país e construir uma máquina mais potente." />
Atualmente, a China é dona do computador mais veloz do mundo. Japão, no entanto, pretende ultrapassar o país e construir uma máquina mais potente.

Leia também:

As empresas do Japão, atualmente, precisam terceirizar o processamento intensivo para empresas como a Microsoft e Google. A licitação para o projeto já foi feita e acabará em 8 de dezembro. Já o trabalho começará em 2017.

O computador contará com configuração extremamente avançada, com relógios em 130 petaflops, que ultrapassaria o PC mais rápido do mundo da atualidade, o chinês Sunway Taihulight, que atinge 93 petaflops.

A máquina será chamada de ABCI, um acrônimo para AI Bridging Cloud Unfrastructure. A expectativa é que ele possa concorrer com sistemas de aprendizagem profunda, como o programa DeepMind AI do Google.

Chinas e Estados Unidos são os países que mais possuem supercomputadores, Conforme a 48ª edição do ranking Top500, o país asiático conta com 167 sistemas e os Estados Unidos registra 165 unidades.

O Google já está testando a segurança quântica em seus produtos, como a aplicação da tecnologia do Chrome, navegador que poderá ficar mais seguro após os experimentos.

Mais sobre: computador japao china
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo