Black Fraude: Reclame Aqui lança plataforma para monitorar e-commerce

Na próxima sexta-feira, dia 25, acontece o Black Friday. Para evitar que consumidores sejam lesados, o Reclame Aqui está monitorando os 1.200 produtos mais desejados nas lojas onlines do Brasil.

Por | @oficinadanet E-commerce

O Reclame Aqui, plataforma de relacionamento entre empresas e consumidores, considerado referência na pesquisa de reputação do comércio, lançou nesta semana uma plataforma para auxiliar os consumidores que pretendem comprar durante a Black Friday. O festival de ofertas acontece na próxima sexta-feira, dia 25 de novembro. A data ocorre anualmente é marcada por descontos atrativos no varejo, porém, também há muitos estabelecimentos que “maquiam” os preços para simular ofertas, o que é ilegal e acabou originando o termo popular "Black Fraude".

Empresas parceiras Mooba (site de cashback) e a Precifica vão monitorar os preços durante todo o dia do evento. Desta forma os internautas poderão utilizar a plataforma para comparar ofertas com queda de preço real, além de poder verificar quais lojas possuem mais reclamações e quais os estabelecimentos com melhor reputação na internet. A plataforma já vem monitorando o preço de 1.200 produtos mais procurados nas lojas onlines brasileiras, para garantir que as ofertas sobre estas mercadorias sejam verdadeiras.

Black Fraude: Reclame Aqui lança plataforma para monitorar e-commerce

O portal especial do site para a Black Friday 2016 (blackfriday.reclameaqui.com.br) irá oferecer dados de reclamações por hora, além das empresas e os produtos com maiores índices de queixas.

Mensalmente o Reclame Aqui recebe cerca de 16 milhões de acessos. São 15 milhões de usuários cadastrados e mais de 120 mil empresas. Por dia são postadas uma média de 20 mil reclamações. Em 2015, a Black Friday levou 4.400 consumidores a registrarem algum tipo de reclamação. O número representa quase um terço do volume total de queixas em 2014.

Veja também:

Por isso, é importante que os consumidores fiquem atentos ao realizar suas compras online, principalmente em eventos como o Black Friday. Muitos golpistas se aproveitam da data para ludibriar os usuários com falsas ofertas e assim roubar seus dados e dinheiro.

Além de acessar a plataforma do ReclameAqui contra a chamada “Black Fraude”, você também pode se proteger de golpes na internet com estas dicas de segurança listadas pelo Oficina da Net. Veja também quais sites você deve evitar comprar na Black Friday e em qualquer outra data do ano.

DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
O QUE LER EM SEGUIDA
Comentários
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar