Bill Gates cheira perfume de cocô

A fundação de Bill Gates, em pareceria com a empresa suíça Firmenich, está desenvolvendo novas formas de lidar com os problemas de saneamento básico em áreas mais pobres.

Por | @RafaelaPozzebon Tecnologia

Bill Gates há alguns anos decidiu usar o seu tempo e também uma boa quantia da sua fortuna com a filantropia. Por conta disso, o bilionário já teve que passar por inúmeras experiências. Uma delas é cheirar perfume de cocô, e tudo isso em nome da saúde em áreas mais pobres do nosso planeta.

Bill Gates cheira perfume de cocô

Leia também:

A fundação de Bill Gates, em pareceria com a empresa suíça Firmenich, está desenvolvendo novas formas de lidar com os problemas de saneamento básico em áreas mais pobres. Uma das grandes questões que devem ser sanadas é o péssimo odor das instalações de banheiros, fazendo com que as pessoas sintam nojo de usar o local e por isso, optem por fazer suas necessidades em outros lugares, colaborando para a transmissão de doenças.

A fundação Bill & Melinda, juntamente com seus parceiros, tem como meta deixar os banheiros com cheiros mais agradáveis. A Firmenich, por isso, criou o seu próprio perfume de cocô, que foi prontamente cheirado por Bill Gates. “Um forte coice nas narinas, com uma combinação de fedor de esgoto, suor de celeiro e amônia, completo com um odor de vômito (ou seria queijo parmesão?)”, disse Gates.

De acordo com a Firmenich, as fragrâncias desenvolvidas pela empresa inibem a ativação dos receptores olfativos que são responsáveis pelos odores ruins. Deste modo, bloqueando os receptores, o cérebro não consegue perceber e se incomodar com o aroma desagradável.

A diferença foi notada por Bill Gates. Após cheirar o perfume novamente, porém tratado com as fragrâncias da Firmenich, Gates disse que não sentiu nada. “Em vez de esgoto, suor e queijo maturado, eu senti um aroma floral agradável”, disse ele.

O projeto já começou a ser implantado na Índia e também em alguns locais da África. 

DESTAQUESRecomendado
Siga nas redes
Mais compartilhados
O QUE LER EM SEGUIDA
Comentários
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar