Após vazamentos de dados, Verizon pode desistir de comprar Yahoo

O Yahoo já admitiu um ataque que aconteceu em 2014 e que causou o vazamento de informações de mais de 500 milhões de usuários.

Por | @oficinadanet Negócios

Já noticiamos diversas vezes sobre o vazamento de dados do Yahoo, em que milhares de informações dos seus usuários foram parar na web. Neste meio tempo, a Verizon havia firmado contrato de compra do Yahoo, no entanto, sem saber de tais problemas envolvendo a empresa.

Após vazamentos de dados, Verizon pode desistir de comprar Yahoo
Após problemas de privacidade envolvendo o Yahoo, Verizon poderá desistir da compra da empresa. Cláusula permite suspensão do negócio.

Leia também:

Agora, ao que tudo indica, e efeito dos problemas de privacidade do Yahoo poderá acarretar sérios danos na venda para a Verizon. Dias atrás surgiu a notícia em que a operadora havia pedido desconto de US$ 1 bilhão para prosseguir o negócio. Recentemente, a Verizon disse ainda que poderá desistir de comprar o Yahoo.

Na quinta-feira (13), o conselheiro geral da empresa, Craig Silliman, disse que a Verizon possui “bases razoáveis” para acreditar que os problemas de privacidade representam um impacto material que pode permitir a quebra de acordo. “Estamos esperando que o Yahoo nos mostre o tamanho do impacto”, disse ele, de acordo com a Reuters. “Se eles acreditam que é (um impacto material), então eles precisam nos mostrar isso”.

Uma cláusula no acordo de compra diz que a Verizon pode desistir do negócio se um acontecimento novo gere efeitos adversos nos negócios, ativos, propriedades, resultados da operação ou mesmo nas condições financeiras do Yahoo.

Vale notar que o Yahoo já admitiu um ataque que aconteceu em 2014 e que causou o vazamento de informações de mais de 500 milhões de usuários. Após o episódio, a empresa também foi acusada de escanear e-mails para fornecer informações ao governo dos Estados Unidos.

Mais sobre: yahoo verizon dados
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo