Cuidado com os vídeos falsos do Facebook!

A ação do malware, segundo a ESET, já foi registrada em mais de 30 países. O Brasil, claro, aparece na lista, como também a Argentina, Chile, Alemanha, Estados Unidos, Turquia, Hungria e Rússia.

Por | @RafaelaPozzebon Redes sociais

Nesta segunda-feira (25), a ESET, famosa empresa de segurança digital, publicou um alerta sobre os malwares que estão sendo espalhados através de vídeos falsos no Facebook. O ataque, no geral, ocorre através do uso de perfis que se passam por pessoas reais e publicam vídeos falsos na timeline ou mesmo enviam links através de mensagem privada.

O usuário, ao clicar no link, acaba sendo direcionado para uma página falsa do YouTube. No local, a pessoa é induzida para a instalação de um plugin para que possam reproduzir o conteúdo, nesta hora, o navegador é infectado.

Cuidado com os vídeos falsos do Facebook!
Usuários precisam ficar atentos aos vídeos publicados no Facebook.

Leia também:

Ao realizar este procedimento, o vírus em questão começa a usar a conta do Facebook associada ao navegador para enviar a mesma mensagem para outras pessoas, tanto pela linha do tempo, com marcação de amigos, como também a através de mensagens via Messenger.

A ação do malware, segundo a ESET, já foi registrada em mais de 30 países. O Brasil, claro, aparece na lista, como também a Argentina, Chile, Alemanha, Estados Unidos, Turquia, Hungria e Rússia.

As ameaças foram detectadas como JS/Kilim.SO e JS/Kilim.RG. O laboratório disse também que até então, somente no Google Chrome o ataque ocorreu com sucesso. Assim sendo, a ESET destaca que é preciso ficar atento com todos os posts suspeitos, principalmente aqueles que solicitam instalação de plugins.

“Campanhas maliciosas no Facebook tendem a atingir um número massivo de usuários e obter altas taxas de êxito. Apesar do ataque ser focado apenas no Google Chrome, nada impede que a campanha maliciosa se estenda aos usuários de outros navegadores no futuro", disse o presidente da ESET Brasil Camillo Di Jorge.

Mais sobre: facebook, seguranca, malwares
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários