Operadoras de Telecomunicações lideram ranking de reclamações no Procon

Lista de empresas com maior número de reclamações no Brasil em 2015 foi divulgada pelo Sindec.

Por | @oficinadanet Negócios

As Operadoras de Telecomunicações estão entre as empresas que mais recebem reclamações no Procon, segundo a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon). Na lista divulgada pelo Sistema Nacional de Informações e Defesa do Consumidor (Sindec), de 1º de janeiro de 2015 a 31 de dezembro do mesmo ano, as empresas Claro/Embratel/Net, OI Fixo/Celular e Vivo Telefônica/GVT aparecem respectivamente em primeiro, segundo e terceiro lugar entre as 50 que mais receberam queixas nos Procons no último ano. Em quarto lugar está o banco Itaú e em quinto a Sky. Veja tabela para conferir a lista completa. Já é comum que as empresas de telecomunicações e bancos figurem no topo da lista, em outros anos, estas empresas também já foram apontadas no topo da tabela.

Operadoras de Telecomunicações lideram ranking de reclamações no Procon

O ranking das empresas com maior número de reclamações no Brasil em 2015 reúne os dados de Procons espalhados por todo país. A publicação tem entre seus principais objetivos divulgar à sociedade informações sobre as empresas mais demandadas nos órgãos públicos de defesa do consumidor e os principais problemas apresentados, de forma a orientar os clientes na escolha de produtos e serviços. O Boletim Sindec também visa incentivar os fornecedores a aprimorar o seu atendimento, a qualidade dos produtos e serviços ofertados.

Leia também: Internautas organizam abaixo-assinado contra franquia de consumo na internet banda larga fixa

Mas há uma ressalva importante referente aos dados apresentados: o número de reclamações está atrelado à participação no mercado, o que significa dizer que empresas maiores tendem a acumular mais queixas. Desta forma, é importante levar em consideração como a empresa se comporta na solução destes problemas. Por isso, iremos mostrar aqui além da quantidade de reclamações, o Índice de Solução Preliminar, isto é, o percentual de demandas resolvidas após a empresa receber uma carta do Procon, sem a necessidade de abrir um processo administrativo.

Entre os assuntos e problemas mais relatados pelos consumidores dos Procons no ano de 2015, a telefonia celular aparece em primeiro lugar, com 13,4% das reclamações, seguida pela telefonia fixa, com 9,5%, cartão de crédito 7,3% e TV por assinatura com 6,9%. A Internet (Serviços) aparece em 10º lugar, representando 2,3%, o equivalente a 57.622 reclamações.

Operadoras de Telecomunicações lideram ranking de reclamações no Procon

Em 2015 foram realizados 2.648.521 atendimentos pelos Procons integrados ao Sindec, apresentando um aumento de 6,3% em relação ao ano anterior. As Operadoras de Telecomunicações tiveram um aumento de 23,6% comparado com 2014, sendo o segundo setor que mais cresceu em número de queixas. O primeiro lugar está com as Concessionárias de Energia Elétrica, aumentando em 43,5% sua demanda. Confira o gráfico.

Operadoras de Telecomunicações lideram ranking de reclamações no Procon

Em relação as operadoras de telecomunicações com mais demanda nos Procons, todas elas tiveram aumento em 2015. A campeã de queixas é a American Móvil, que reúne Claro, Embratel e Net. Juntas, elas tiveram 204.145 reclamações em todo o país. A Oi aparece em segundo lugar, com um número bem próximo de 200.659 reclamações.

Diferente da American Móvel que teve um aumento nas queixas de 41% em relação ao ano anterior, a Oi teve um aumento menor, de 2%. Em seguida está o grupo Vivo/Telefônica/GVT, com um acréscimo de 24% no número de reclamações, somando no total 165.048. Em quinto lugar está a Sky, com 89.273 reclamações, o que significa um aumento de 33%  e logo em seguida a Tim/Intelig com 72.647 e 39% de queixas a mais. A Nextel, embora seja a operadora com menor número de reclamações, 11.040, foi a que mais obteve aumento, chegando a 66% a mais de queixas.

Operadoras de Telecomunicações lideram ranking de reclamações no Procon

Índice de Solução Preliminar

Conforme o relatório, em 2015, mais de 879 mil notificações foram enviadas pelos Procons, por meio das quais se obteve, em média, 78,8% de resolução por parte dos fornecedores. Se na lista de empresas que mais recebem reclamações as Operadoras de Telecomunicações aparecem em primeiro lugar, na contrapartida elas também são as que apresentam um índice de solução preliminar mais alto, com 81,7% dos casos sendo resolvidos sem necessidade de um processo administrativo. Em segundo lugar estão os bancos, com 80,5%, seguido pelos serviços de Saúde Suplementar com 78,4%, Varejo 77,3%, Concessionárias de Energia Elétrica, com 77,1%, Indústria 76,9% e Transporte Aéreo com 73,6%.

Em relação as empresas de Telecomunicações que possuem índice mais alto de solução preliminar, a Nextel aparece em primeiro lugar, com 89,2%, seguida pela Vivo/Telefônica/GVT, com 86,6%, Oi, com 81,3%, Claro/Embratel/Net, com 80,2%, Tim/Intelig, com 79,5% e Sky, com 77,8% dos casos resolvidos no primeiro contato.

Operadoras de Telecomunicações lideram ranking de reclamações no Procon

E você? Já teve que procurar o Procon para reclamar de alguma destas empresas que aparecem na lista do Sindec? Como foi a experiência? Conte para gente nos comentários!

Mais sobre: bandalargabrasil Procon reclamações
Share Tweet
  • Quer receber novidades sobre Banda Larga no Brasil?

    Preencha o formulário abaixo para se cadastrar:

  • Preencha para confirmar

Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo