Roubo bilionário foi impedido por erro de digitação

Apesar de tão terem conseguido a quantidade desejada, eles levaram cerca de 80 milhões de dólares. Este foi um dos maiores roubos a bancos da história.

Por Tecnologia Pular para comentários
Roubo bilionário foi impedido por erro de digitação

Um erro de digitação fez com que uma transferência online de fundos não fosse concretizada. Com isso, foi impedido o roubo de quase 1 bilhão de dólares que envolveu o banco central de Bangladesh e o Federal Reserve de Nova York, dizem as autoridades.

A ação, que aconteceu no mês passado, foi feita por hackers ainda não identificados. Apesar não terem conseguido a quantidade desejada, eles levaram cerca de 80 milhões de dólares. Este foi um dos maiores roubos a bancos da história.

Roubo bilionário foi impedido por erro de digitação

Roubo bilionário só não ocorreu pois os hackers digitaram o nome da instituição de forma errada.

O banco central de Bangladesh foi invadido no mês anterior, sendo que foram roubadas credenciais para transferências de pagamentos. A partir disso, os hackers bombardearam o Fed de Nova York com vários pedidos de transferência de dinheiro das contas do Banco de Bangladesh para outras entidades nas Filipinas e Sri Lanka, explicaram as autoridades.

No total, quatro pedidos de transferência que totalizavam 81 milhões de dólares foram realizados. No entanto, um quinto pedido, de 20 milhões, destinado a uma entidade sem fins lucrativos do Sri Lanka, só não foi aceito porque os hackers escreveram o nome errado da ONG.

De acordo com uma das autoridades, os hackers digitaram "fandation" ao invés de "foundation". Com isso, o banco Deutsche Bank, que iria fazer a transferência, buscou esclarecimentos com o banco central de Bangladesh. Visto o erro, a transação foi interrompida.

O Banco de Bangladesh possui  bilhões de dólares em uma conta corrente no Fed, que usa em acordos internacionais. Assim, as transações que foram interrompidas totalizaram entre 850 milhões e 870 milhões de dólares, disse uma autoridade. 

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Carregar comentários