Uber vai estender pagamento em dinheiro para mais 10 países

Desde o último ano a empresa vem rompendo com a sua tradição de aceitar pagamento apenas com cartões de crédito. Além da Índia, que já aceitava pagamento em dinheiro, outros 10 países também devem contar com a opção

Por | @oficinadanet Smartphones

Uma das marcas do Uber, famoso aplicativo de transporte, é o seu sistema de pagamento sem costuras. Através da ligação entre seu cartão de crédito e sua conta no site da empresa, é possível chegar ao destino e saltar do carro, sem se preocupar em acertar a corrida, pois a tarifa será debitada diretamente do cartão. Para muitas pessoas isto significa comodidade, levando-se em consideração que com este tipo de sistema não é necessário se preocupar em ter notas menores para o pagamento, ou se o motorista não terá troco para aquela nota de maior valor, além de garantir agilidade.

Uber vai estender pagamento em dinheiro para mais 10 países

No entanto, mesmo com estes benefícios, o Uber vem dando mais espaço para o pagamento em cash. Já no ano passado a multinacional americana rompeu com a sua tradição de apenas aceitar pagamento via cartão e passou a testar outras formas, em locais onde os cartões de crédito não são tão populares, como a Índia.

E, ao que tudo indica, a opção deve ser estendida para outros países. Na semana passada a empresa anunciou que irá passar a aceitar dinheiro em mais 10 países em três continentes, incluindo a Índia, todo o Sudeste Asiático (menos Singapura e Malásia), Quênia e Nigéria, na África, partes do Oriente Médio e Peru, na América Latina. 

Mas isto é só o começo, pois a opção de pagamento em dinheiro deve expandir ainda mais, para atingir clientes do Uber não apenas destas regiões, mas em muitos outros países que também contam com o serviço, inclusive Brasil, que por equanto ainda não está nesta lista.

Por que o Uber decidiu dar uma chance ao dinheiro?

Oportunidade é a palavra chave para a resposta desta pergunta. O fato é que muitas pessoas, principalmente dos países emergentes, não possuem cartão de crédito, item essencial para se ter uma conta no Uber.

Visando expandir cada vez mais o serviço, a recusa para pagamento em dinheiro e exigência de um cartão de crédito limitava o público que pode fazer uso do Uber, indo na contramão deste objetivo. Ser mais flexível com as formas de pagamento, é uma maneira do Uber se tornar ainda mais competitivo no mercado.

Conforme o executivo do Uber na Ásia, Mike Brow, a empresa reconhece que nem todo mundo utiliza cartão de crédito e que não há mecanismos de pagamento diferentes em alguns lugares. "Queremos servir a todos", afirma. 

E você, o que acha desta posição adotada pelo Uber? Acredita que o pagamento em dinheiro pode facilitar e levar mais clientes para a empresa? Deixe sua opinião nos comentários.

Mais sobre: Uber, dinheiro, pagamento
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.