Em qual rede social devo investir em 2016?

Com tantas opções para curtir, visualizar e compartilhar fica difícil escolher onde se cadastrar, certo?

Por | @oficinadanet Redes sociais

Impossível negar que as redes sociais vieram para ficar. Inicialmente, com o objetivo literal de fazer e manter contatos, conversar com amigos e compartilhar fotos. Hoje, com intenções e opções diversas: oferecem oportunidades de trabalho, influenciam até no ganho de uma renda extra com patrocinadores e, inclusive, exploram a intimidade. Entre tantas possibilidades difícil é saber qual a rede social melhor ou mais indicada para investir neste ano. Para o jornalista, professor da ESPM e especialista em mídias sociais, Paulo Pinheiro, há indicações e cuidados diferentes para perfil pessoal e profissional.

Nada pior do que uma empresa ser vista fazendo o papel de amadora em uma rede social”, enfatiza.

Atualmente as redes que são consideradas como potências, conforme Pinheiro, são o Facebook, o WhatsApp, o Youtube, o Instagram e o Twitter. Não dá para negar a influência e, principalmente, o alcance do Facebook. É a rede social mais acessada e utilizada no mundo todo: possui 1,5 bilhões de usuários cadastrados, dos quais 83 milhões são brasileiros.

Em qual rede social devo investir em 2016?

Apesar de ser considerado por muitos apenas um aplicativo de troca de mensagens instantâneas e chamadas de voz, o WhatsApp vem crescendo muito. Conforme o professor, hoje já são cerca de 38 milhões de usuários brasileiros, o que equivale a 8% dos usuários mundiais.

Em qual rede social devo investir em 2016?

Outra rede social importante é o Youtube. O compartilhamento de vídeos cresce a cada ano. “Ter o seu próprio canal do Youtube, além de ser simples, se tornou muito interessante para a divulgação de trabalhos”, ressalta Pinheiro.

Em qual rede social devo investir em 2016?

Mais uma rede social que não fica para trás é o InstagramEssencialmente mobile utilizada por muitos como fonte de renda sendo alguns usuários, inclusive, patrocinados por grande marcas.

Em qual rede social devo investir em 2016?

O Twitter ainda não foi desbancado e segue firme. É uma rede social em tempo real. Continua atraindo um tipo específico de público. Curiosamente, o Brasil é o segundo país em número de usuários nessa rede e um dos mais ativos também.

Em qual rede social devo investir em 2016?

Segundo o professor,além dessas cinco potências nas redes atuais é válido dar uma atenção para o Linkedin e para o Snapchat. “O Linkedin cresce na base de 400% ao ano no Brasil. Já o Snapchat conquista, cada vez mais, o público jovem”, conclui.

Em qual rede social devo investir em 2016?

Em qual rede social devo investir em 2016?

E então, qual é a rede mais indicada?

Para o professor, Paulo Pinheiro, as pessoas físicas devem seguir apostando no Facebook. Ter o currículo online cadastrado no Linkedin também pode ser um diferencial importante. Já as empresas devem investir em duas redes sociais: Linkedin e Instagram. “Atualmente uma boa e eficiente forma de selecionar novos funcionários é usando o Linkedin. É mesmo um currículo online”, destaca o professor. Já se a ideia for divulgar a empresa, o Instagram é o mais recomendado. Parece mais interessante - neste momento - que o Facebook”, aponta. De acordo com Pinheiro, independente da escolha o mais importante é saber usar e entender como a rede funciona.

E aí, conseguiu escolher em qual você vai investir neste 2016? Sem dúvida pelo menos uma das citadas no texto poderá ajudar tanto para um perfil pessoal quanto profissional. Para isso, claro, é necessário alguns cuidados. Principalmente com o que se publica. Para que as postagens venham a contribuir com os seus objetivos dá uma olhadinha neste artigo que o Oficina da Net preparou indicando o que evitar na hora de postar.

Mais sobre: redes sociais Facebook Instagram
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar