Tecnologia será capaz de oferecer internet 100 vezes mais veloz que Wi-Fi

A tecnologia LiFi, para atingir o feito, utiliza ondas de luz para a transmissão, empregando diodos emissores de luz (LED).

Por | @oficinadanet Tecnologia

O Wi-Fi como conhecemos hoje será substituído por tecnologia mais velozes, que podem oferecer acesso à internet de forma mais veloz. Testes com uma nova tecnologia, denominada LiFi (de “Light Fidelity”, Fidelidade da Luz, em tradução livre), promete transmitir 1 GB de dados por segundo, ou seja, velocidade 100 vezes maior que o atual Wi-Fi.

A novidade poderá ainda ser aperfeiçoada, já que a empresa de tecnologia Estonia Velmenni, responsável pelos experimentos, diz que os testes realizados em laboratórios na Universidade de Oxford atingiram 22Gb por segundo.

Tecnologia será capaz de oferecer internet 100 vezes mais veloz que Wi-Fi

Leia também:

A tecnologia LiFi, para atingir o feito, utiliza ondas de luz para a transmissão, empregando diodos emissores de luz (LED).

"Criamos uma solução de iluminação inteligente para uma área industrial na qual a comunicação de dados se realiza através da luz. Também estamos fazendo um projeto piloto, criando uma rede de LiFi para acessar a internet no escritório", disse Deepak Solanki, diretor-geral da Velmenni.

A tecnologia foi desenvolvida pelo cientista Harald Haas, da Universidade de Edimburgo, em 2011. Na época Haas demonstrou que é possível transmitir mais dados com apenas um LED do que com uma antena de telefonia. Assim sendo, o LiFi permite que seja possível iluminar e ainda garantir conectividade com o roteador.

Em 2012, a tecnologia foi apresentada durante a feira Consumer Eletronics Show, evento internacional com tecnologias para consumo, em Las Vegas.

Além disso, o LiFi é mais seguro que o Wi-Fi, já que não interfere em outros sistemas, Assim sendo, ele poderia ser usado sem qualquer empecilho em um avião.

O único problema d tecnologia é que a luz não consegue atravessas paredes, o que deixa o sistema um tanto quanto limitado.

Fonte: BBC 

Mais sobre: wifi internet veloz
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo