8 dicas para ser um freelancer melhor a cada dia

Você é freelancer? Quer melhorar? Nas próximas linhas vou deixar pra você algumas dicas que se seguidas com critério e força de vontade, farão de você um freelancer melhor, mais produtivo e mais feliz.

Por | @jonathanlamimkt Carreira em TI

Dica 1 - Tenha disciplina

A disciplina pode ser tanto aliada quanto vilã no trabalho de um freelancer. Se você tiver disciplina para cumprir os horários ou cronogramas de trabalho diário, você conseguirá manter os projetos dentro do prazo, podendo até antecipar entregas e ganhar algumas “estrelas” com seus clientes.

Mas se você não tiver disciplina, trabalhar um dia, ficar dois trabalhando menos, não trabalhar no quarto dia, virar a noite trabalhando no quinto dia, ou algo nesse sentido, com certeza terá problemas com as entregas, e isso não vai ficar legal e seus clientes terão espaço para questionar o seu trabalho e até mesmo sua capacidade.

Você não precisa trabalhar 18 horas por dia para ser produtivo, se tiver disciplina, pode trabalhar 10 horas que vai ter um rendimento bem alto.

Leia também:

Dica 2 - Infraestrutura de trabalho

A infraestrutura de trabalho é extremamente importante para um freelancer, e influencia diretamente no resultado final.

Um freelancer não precisa somente de uma boa máquina, ele precisa do seu espaço, mesa, cadeira, armário. Você não usa só o computador, você com certeza possui celular, tablete, caneta, papel, impressora entre várias outras coisas, sem falar nos livros.

Pode parecer estranho eu dizer que um freelancer precisa dos itens acima, mas é verdade. Vou contar pra você uma situação ocorrida comigo:

“Eu tenho problema de coluna, então, não posso ficar muito tempo sentado. De tempo em tempo tenho que me levantar, andar um pouco. Eu sempre me preocupei muito com minha estrutura de trabalho, mas um componente importante dela não estava nas melhores condições: a cadeira. Já estava com ela há muito tempo, mas não queria comprar outra, fiquei enrolando, e com isso, tinha dias que eu não conseguia trabalhar direito, por causa de muitas dores na coluna. Isso estava me fazendo perder produtividade, e afetando os prazos, então minha esposa, que é formada em administração e finanças, me convenceu a comprar uma nova cadeira. Conclusão: ao chegar a nova cadeira, não tive mais dores na coluna como estava tendo antes, minha produtividade até melhorou, pois a cadeira era mais confortável, e passei a trabalhar com mais prazer.”

Conclusão: a infraestrutura é importante, você não é uma empresa, mas seu trabalho precisa de tanto profissionalismo quanto o de uma empresa.

Dica 3 - Softwares utilizados

Muito se vê sobre o assunto em comunidades e grupos nas redes sociais. Já vi várias pessoas alimentando discussões sobre qual software é melhor, cada um defendendo um lado.

Pra mim, software bom é aquele que você domina e te faz produtivo. Não escolha os softwares por causa de modinha, ou porque algum profissional que você admira usa. Escolha porque ele atende às suas necessidades e torna o seu trabalho produtivo, não tenha vergonha de testar novas opções, e se te fizerem mais produtivo, mude.

Dica 4 - Cative seu cliente

Quando falo de cativar o cliente, não quero dizer que tem que fazer tudo o que o cliente quer, na hora que o cliente quer, inclusive o que estiver fora do escopo.

Você pode cativar o cliente de várias outras formas, como por exemplo:

  • Respondendo e-mails rapidamente;
  • Atendendo as solicitações no menor tempo possível, mantendo o máximo da qualidade;
  • Fazendo um agrado de vez em quando;
  • Dê sugestões de melhoria.

Essas são apenas algumas sugestões do que você pode fazer para cativar seu cliente. Se conseguir cativá-lo, com certeza vai colher bons frutos desse relacionamento.

Dica 5 - Cuidado com os prazos

O grande vilão dos freelancers é o prazo. As vezes o cliente chega com um projeto e usa as palavras mágicas: “é coisa simples”.

Nem sempre o cliente tem conhecimento sobre o que precisa ser feito para definir se é simples ou não. Se você deixar se levar pelo cliente, pode dar prazos curtos, e no decorrer do projeto ver que é mais complexo do que parecia, e o prazo dado pode te prejudicar. Se pedir mais prazo, vai ser questionado pelo cliente, se deixar o prazo passar pra depois explicar, é pior ainda.

Antes de definir qualquer prazo, ou aceitar um prazo determinado pelo cliente, analise todo o projeto, veja como está sua agenda, quanto tempo pode dispor para realizar as tarefas, pra somente depois determinar o prazo.

É melhor você dar um prazo longo, mas capaz de ser cumprido e até antecipado, do que dar um prazo curto, pra convencer o cliente a fechar o negócio com você, e depois ter que ficar pedindo mais prazo ou entregar com atraso pra depois justificar.

Seja sincero com seu cliente, principalmente com os prazos. Dê prazos reais e que podem ser cumpridos.

Dica 6 - Muito cuidado com viagens durante projetos em andamento

É muito comum entre os freelancers, pelo fato da mobilidade, viajarem, levarem um notebook e fazer o serviço durante a viagem.

Não vou dizer que isso é um erro, ou afirmar que isso prejudica seu trabalho ou credibilidade. Mas é preciso analisar vários fatores:

  • O local onde vai estar possui sinal de celular?
  • Terá disponibilidade de ficar online por algumas horas, para poder responder aos e-mails?
  • Tem internet no hotel ou local onde vai ficar? A velocidade atende às suas necessidades para realizar as tarefas?
  • Vai mesmo tirar um tempo durante a viagem para poder cumprir as tarefas e cronogramas dos clientes?

Se você ficar incomunicável, sem internet, e deixar de responder aos e-mails dos clientes e até mesmo realizar as tarefas e entregas programadas para o período, a confiança que eles depositaram em você pode ficar abalada, e com isso a credibilidade vai caindo.

Antes de viajar, analise seu cronograma, veja se esse momento realmente é viável para a viagem.

Uma viagem é sempre bom, nos ajuda a relaxar, ter novas ideias e recuperar as energias para mantermos a produtividade. Sempre que puder, realize uma viagem entre um projeto e outro, vai ser revigorante, mas não deixe que a viagem comprometa o seu trabalho.

Dica 7 - Evite as distrações

As distrações estão em várias partes:

  • Uma rede social aberta;
  • Um comunicador instantâneo aberto;
  • Ligações desnecessárias no celular;
  • Jogos.

Poderia listar vários tipos de distrações, mas coloquei apenas os mais comuns e que já roubaram minha produtividade, e consequentemente me atrapalharam de alguma forma.

Por um tempo eu usei excessivamente o Twitter e o Facebook, e a longo prazo comecei a perceber que as coisas não rendiam como antes. Então decidi não fazer mais uso de redes sociais no horário que determinei para trabalhar. Em pouco tempo eu pude perceber que a produtividade estava aumentando, e que eu não estava perdendo nada deixando tudo desconectado.

Hoje eu acesso antes de começar a trabalhar, na hora do almoço e após o trabalho, cuido das fanpages e grupos e consigo manter minha produtividade.

Não deixe de interagir nas redes sociais, de lá saem grandes parcerias e oportunidades.

Dica 8 - Não trabalhe demais

Não é porque você é um freelancer que deve trabalhar 20 horas por dia, ou atender chamados de clientes pela madrugada. Você tem liberdade para fazer o seu horário de trabalho, mas é preciso ter limite, não só para os clientes mas para você mesmo. Trabalhar muitas horas seguidas e virar noites trabalhando são dois fatores que reduzem muito a produtividade, e também a qualidade de trabalho.

Defina quantas horas você vai trabalhar por dia, durante qual horário, e organize as atividades durante esse período, dessa forma você terá tempo de se divertir, estudar e se aperfeiçoar.

Eu já cheguei a trabalhar 20 horas por dia, algumas vezes cheguei a trabalhar direto por 36 horas. E em pouco tempo eu já estava extremamente cansado, a saúde debilitada e com baixa produtividade.

Hoje eu defini que trabalho 8 horas por dia, e se precisar ficar por mais tempo, o limite é de até 12 horas por dia, em dias alternados. Assim eu consigo manter a produtividade e qualidade do meu trabalho, podendo ainda estudar, me divertir e dar atenção pra minha família.

IMPORTANTE:  Fins de semana foram feitos pra descansar, tente não trabalhar durante o sábado e o domingo, use-os para relaxar e recuperar as energias.

Essas dicas que deixei são fruto da minha experiência de 7 anos como freelancer, e não acho justo ter tanto pra compartilhar e deixar tudo em um HD. Fico feliz de poder ter passado por essas experiências e ter conteúdo pra compartilhar com você.

Use com sabedoria essas dicas, e você será um freelancer melhor a cada dia. Sucesso!

Mais sobre: freelancer melhor organização
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Destaquesver tudo