Que tal um fone que não é no ouvido?

Agora é a vez do fone de ouvidos que não vai no ouvido. Isto mesmo, ele fica preso na cabeça, mas não no ouvido.

Por Tecnologia Pular para comentários
Que tal um fone que não é no ouvido?

Todos sabem que o Kickstarter é famoso por colocar produtos em desenvolvimento para receber doações de pessoas de qualquer parte do mundo e estas doações tornarem o produto viável para seus produtores.

Pois bem, nesta semana já mostramos aqui o barbeador a laser que promete barbear (obviamente) sem os ferimentos e desconfortos que um barbeador com lâminas proporciona. Agora é a vez do fone de ouvidos que não vai no ouvido. Isto mesmo, ele fica preso na cabeça, mas não vai no ouvido. Soa estranho, mas segundo o vídeo produzido é o conceito mais fidedigno de som introduzido diretamente na cabeça da pessoa.

Como ele funciona?

O BATBAND funciona através de condução óssea. São transdutores que emitem ondas sonoras percebidas pelo seu ouvido interno. Assim seu ouvido externo fica livre para também receber as informações que o rodeiam.

As ondas sonoras são transmitidas através de uma frequência que é conduzida pelos ossos do crânio. Seus ouvidos estão livres para ouvir o som ambiente.

Que tal um fone que não é no ouvido?

Confere o vídeo dele aí: 

Até o momento, o projeto já arrecadou US$ 436 mil dólares. Na conversão atual da moeda seria algo em torno de R$ 1.74 milhão de reais, através de 2.456 doadores. O objetivo inicial era alcançar 150 mil dólares.

Compartilhe com seus amigos:
Nicolas Muller
Nicolas Muller Fundador do Oficina da Net, trabalha com internet desde 2004. Entusiasta de tecnologia, hoje coordena a redação do site, responsável pela análises de smartphones. Foi programador por 10 anos e agora jornalista por profissão.
FACEBOOK // INSTAGRAM: @nmuller99 // TWITTER: @nmuller99
Quer conversar com o(a) Nicolas, comente:
Carregar comentários
Últimas notícias