Carro autônomo do Google faz aumentar as contratações em montadoras

Montadoras aumentaram o número de contratações para poderem competir com gigantes de tecnologia que já estão testando os seus carros guiados sem motorista.

Por | @oficinadanet Tecnologia

As fabricantes de carros BMW, Mercedes-Benz e Audi estão em busca de especialistas de software enquanto companhias de tecnologia como o Google já realizam experimentos com carros sem motorista.

Profissionais com extremo conhecimento em software se tornaram um ponto chave, já que as montadoras de veículos e também empresas de tecnologia, necessitam de programas especializados para conectar motor elétrico, smartphones e freios assim que o sistema de radar identificar um possível obstáculo.

No entanto, as montadoras alemãs irão enfrentar dificuldades para oferecerem recursos sofisticados em seus automóveis de luxo, justamente por não terem à disposição aparatos tecnológicos necessários para o feito.

Carro autônomo do Google faz aumentar as contratações em montadoras

Leia também:

"O que as companhias de carros estão fazendo é contratar pessoas geralmente fora do setor automotivo. Algumas companhias há alguns anos atrás não tinham um departamento de carro conectado. Todas têm isso agora", disse o presidente-executivo da Magma People, Malcolm Earp.

No mês passado, a BMW, Audi e Mercedes falaram que irão pagar cerca de 2,5 bilhões de euros para adquirir a divisão de mapas digitais da Nokia, o que poderia ultrapassar rivais de tecnologia em um dos serviços que pode ser uma das chaves para os carros sem motorista.

Vale notar que o Google contratou John Krafcik, ex presidente executivo da Hyunday Motors America para conduzir o projeto de carros autônomos da companhia.

O número de trabalhadores da BMW cresceu 6,2%, chegando a 119.489 no final de junho. A montadora disse ainda que continuará contratando neste ano para colaborar “no desenvolvimento de novas tecnologias, incluindo a cada vez maior escala de digitalização".

Já na Audi o aumento no quadro de funcionários foi de 8% entre janeiro e junho, atingindo 81.640 colaboradores. Além disso, a empresa ainda pretende contratar mais 6 mil funcionários para  "apoiar o desenvolvimento de tecnologias pioneiras, bem como para expansão de nossas instalações internacionais".

A Daimler, controladora da Mercedes, disse que o número de funcionários aumentou 1,6% no primeiro semestre do ano, totalizando 284.441 funcionários.

Mais sobre: carro google motorista
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo