Tablets estão sendo menos procurados pelo consumidor brasileiro

Pesquisa feita por empresa de consultoria aponta que a venda de tablets no Brasil caíu 20% se comparado ao mesmo período do ano passado e segundo um de seus analistas, essa queda continuará em 2015.

Por | @oficinadanet Smartphones

De acordo com a pesquisa divulgada nesta quinta-feira, 25 de junho, pela empresa de consultoria IDC Brasil, a venda de tablets no país despencaram 20% no primeiro trimestre deste ano em comparação ao mesmo período do ano passado. Os dados também apontam que de janeiro a março de 2015, foram comercializados 1,7 milhões de tablets no Brasil, cerca de 390 aparelhos a menos que no mesmo período de 2014.

Para Pedro Hagge, analista de pesquisa da companhia, mesmo os números estando dois milhões abaixo do previsto para o trimestre, o resultado é considerado satisfatório se levarmos em conta a alta do dólar que elevou os preços dos dispositivos em até 17% neste ano, atingindo assim o mercado final e corporativo. Hagge acredita que os preços destes produtos ainda continuarão a subir e com isso as vendas tendem a cair ainda mais.

Outro fator que leva para a queda nas vendas destes produtos, segundo a pesquisa, é que os tablets não estão mais tanto no gosto do consumidor, onde Pedro Hagge destaca dizendo que: "Essa queda nas vendas de tablet no Brasil se deve particularmente a dois fatores, que são: a má experiência de uso e a canibalização do mercado em virtude dos phablets e outros aparelhos com tela grande".

Tablets estão sendo menos procurados pelo consumidor brasileiro

Leia também:

Além destes dados, a IDC Brasil constatou que do total de tablets comercializados, 41 mil foram modelos híbridos, os notebooks com telas destacáveis, segmento este que obteve um crescimento de 115% comparado ao quarto trimestre do ano passado, que comercializou entre os meses de outubro a dezembro, apenas 3 milhões de unidades no Brasil. Os números também informam que 6% deste total no primeiro trimestre de 2015, foram para o mercado corporativo e 94% para o consumidor final.

A consultoria aponta que até o final de 2015, serão vendidos 8,1 milhões de tablets, 14% a menos que em 2014, onde foram vendidos 9,5 milhões de dispositivos móveis desta categoria.

Mais sobre: Tablets Brasil Vendas
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar