Primeiro trimestre de 2015 registra 14,1 milhões de smartphones vendidos, segudo a IDC Brasil

Revelado no início desta manhã uma pesquisa realizada pela IDC Brasil que aponta os números de vendas de celulares no primeiro trimestre de 2015 no país.

Por | @oficinadanet Smartphones

Segundo a companhia, foram vendidos 14,1 milhões de smartphones no primeiro trimestre do ano, volume 33% maior do que no mesmo período de 2014, ficando bem acima das projeções da própria IDC, que projetava uma comercialização próxima aos 13,5 milhões de aparelhos para o período.

A empresa de consultoria acredita que nos próximos meses haverá uma desaceleração neste segmento, tudo isso devido à alta do dólar e pela baixa atividade econômica.

Leonardo Munin, analista de pesquisa da IDC Brasil, diz que o primeiro trimestre geralmente não é um dos mais fortes do mercado, mas mesmo assim, o balanço foi bem positivo: "Tradicionalmente o primeiro trimestre não é o dos mais fortes para o mercado, ainda mais que este ano não estamos contando com um período econômico favorável, como as taxas de juros, inflação e desemprego encontram-se em níveis altos, mas a vendas foram boas. Por quê? Porque a alta do dólar obrigou os fabricantes a fazerem um primeiro repasse de preços no começo do ano e outro em março, assim o canal de vendas que já estava consciente desta situação, antecipou as compras, podendo oferecer ainda bons preços".

Leia também:

Mas não foi só isso que a consultoria constatou, pois de acordo com a IDC, os preços dos aparelhos intermediários ficaram entre R$ 30 a R$ 60 mais caros e os dispositivos "tops" de linha tiveram um aumento entre R$ 100 a R$ 200. Munin avalia que esta alta se deve a elevação do dólar: "O aumento no preço dos aparelhos, tanto da linha intermediária, como a linha top, teve uma pequena alta devido à elevação do dólar, além do fato do Brasil não ser um país que tem peças suficientes para atender a demanda, por isso exporta mais".

Para o ano todo, a IDC previa uma comercialização na casa dos 63,5 milhões de smartphones, mas com o cenário nacional atual, a expectativa caiu, ficando em volta dos 58 milhões de aparelhos ou menos. Segundo a empresa de pesquisa, no final do ano passado, pouco mais de 45% da população brasileira ainda contava com os chamados feature phones, com isso as fabricantes terão que convencer esses que ainda possuem este tipo de celular a comprar um smartphone e os que já possuem um smartphone da linha intermediária, a comprar um modelo mais top de linha.

Mais sobre: Mobile Brasil Smartphones
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar