Como produzir vídeos para o YouTube? (Equipamentos)

Um dossiê especial com dicas para a produção de vídeos para o YouTube!

Por | @grasiel_grasel Carreira em TI

Quando você pensa em exportar um vídeo para o YouTube, ter um nível de qualidade considerável é extremamente importante, principalmente se ele tiver um cunho profissional, por isso, aproveitar os melhores recursos e utilizar os mais variados meios para melhorá-lo deve ser a maior das preocupações.

Os primeiros cuidados que você deve ter são: o equipamento de gravação de vídeo (seja ele o seu próprio computador ou uma câmera), o equipamento de gravação de áudio, o equipamento de iluminação, a qualidade de seu computador para a edição e renderização, o programa de edição de áudio, o programa de edição de vídeo e, claro, o seu canal no YouTube.

Para que fique mais fácil de entender, vamos falar separadamente sobre cada ponto que consideramos importante, desde a escolha de bons equipamentos para a produção até as melhores configurações de saída para a pós-produção, então, vamos começar?

Equipamento de gravação de vídeo

Como um padrão de qualidade dos dias de hoje praticamente exige que vídeos sejam em HD, fica claro que o mínimo que devemos ter é um equipamento que ofereça a opção de gravar vídeos com tal qualidade, ou seja, que grave em uma resolução de, no mínimo, 1280 pixels de largura por 720 pixels de altura, mais comumente representada como 1280x720, 720p ou simplesmente HD.

Outra configuração importante e extremamente relevante durante uma gravação é a taxa de FPS (frames per second), que é o número de quadros reproduzidas durante um segundo. De um modo mais resumido, podemos dizer que, basicamente, um vídeo é uma sessão de fotos reproduzida a uma velocidade tão alta que até 60 fotos (ou mais) podem ser reproduzidas em um segundo. Em um vídeo com uma taxa de 30FPS, por exemplo, 30 "fotos" serão reproduzidas em um segundo.

Quanto maior for o número de frames, mais perto da realidade serão os movimentos do objeto que está no vídeo, no entanto, você não precisa se preocupar em exportar um vídeo com mais de 60FPS, pois, não existe diferença visível ao olho humano em um vídeo que passe mais de 60 fotos em um único segundo. No vídeo abaixo você pode ver uma excelente representação da diferença entre 30 e 60FPS em uma mesma cena. Para atingir uma maior precisão, recomendamos que você reproduza o vídeo em HD, assim terá 60FPS reais no player do YouTube.

Uma câmera que grave em HD e a 60 quadros por segundo não é barata, dificilmente você encontrará um produto de qualidade que custe menos de 600 reais, por isso, é importante saber se você quer adquirir um produto para fazer um único trabalho ou se vai utilizá-lo novamente em outra ocasião.

O mesmo conceito vale para softwares de gravação: É praticamente impossível encontrar um programa que grave atividades em seu computador em HD, com uma boa taxa de FPS e ao mesmo tempo seja grátis. Existem vários softwares de gravação que são consideravelmente baratos e oferecem todos os recursos possíveis se você for utilizá-los por mais de uma vez, por isso, se você estiver realizando um trabalho não profissional, uma dica é utilizar a versão de avaliação dos mesmos, que infelizmente terá uma marca d’água para te atrapalhar.

Equipamento de gravação de áudio

O áudio de um vídeo representa 50% de sua qualidade, não adianta ter uma imagem incrível no vídeo se o áudio está agredindo os ouvidos de seu espectador, por isso, é de extrema importância que você tenha um bom equipamento e, claro, você terá que investir um pouco mais se quiser ter um produto final de qualidade.

A maior das desvantagens dos microfones é que eles são um dos equipamentos mais caros em um estúdio de gravação, afinal, existe uma gama enorme de diferentes "mics" produzidos para situações específicas, como, por exemplo, os microfones direcionais, que como o próprio nome sugere, são utilizados para captar o áudio de forma direcional, ignorando boa parte das ondas sonoras que venham de suas laterais. Existem também os famosos microfones de lapela, que ficam presos na gola da camiseta do usuário e oferecem uma melhor captação da voz de quem esteja falando e, por último, mas não menos importantes, os microfones de mão, que também podem ser fixados em um pedestal e são excelentes para captar o áudio de uma maneira muito parecida com os de lapela.

Como produzir vídeos para o YouTube? (Equipamentos)

Para aperfeiçoar ainda mais a captação de áudio, existem alguns acessórios que podem ser acoplados ao seu microfone, como o pop filter, que melhora a captação de áudio em um estúdio e diminui o efeito "pop" do som de palavras com a letra P, por exemplo. Existe também o dead cat, que é utilizado em gravações externas, onde o vento pode acabar atrapalhando a captação do áudio, com este acessório, os pelos barram o vento, mas não as ondas sonoras.

Se você não está disposto a gastar dinheiro com microfones profissionais caros, que naturalmente requerem uma mesa de som ou um gravador, a nossa dica é a aquisição de um headset em vídeos onde você não é o foco principal ou não vá aparecer (como uma gameplay), caso contrário, um microfone de mão ou lapela mais modesto são o suficiente para vídeos que tenham, por exemplo, uma entrevista. Se possível, procure um produto que tenha conexão USB com o seu computador, este meio utiliza de uma placa de áudio própria, sofrendo uma menor distorção do que os de conexão P2 que, embora sejam uma melhor opção, geralmente necessitam de uma placa de áudio dedicada em sua máquina para atingir o máximo de qualidade.

Equipamento de iluminação

Quando falamos de iluminação, é importante termos em mente o seu principal objetivo: dissipar a escuridão, ou seja, descarte a opção de utilizar um equipamento de iluminação para projetar uma "sombra bonita" em seu cenário. Sombras só são bem vindas se a sua ideia é de fato projetar uma sombra sobre um objeto para que ele tenha um aspecto mais natural, se este não for o caso, vamos usar de todos os recursos possíveis para que elas não existam.

Vamos utilizar como exemplo um vídeo de que tenha um cunho jornalístico, em que um âncora tem a missão de passar uma informação falada. A primeira tarefa é eliminar as sombras que são projetadas atrás do âncora, que está a no mínimo dois metros do fundo da imagem, dessa maneira, é possível posicionar duas luzes para dissipar sombras laterais que apareçam no fundo, o segundo passo é posicionar no mínimo uma (preferencialmente duas) luz para iluminar o corpo do âncora, que não mais ficará ofuscado pelas luzes de fundo, que de quebra dissiparão as sombras projetadas pela(s) luz(es) de frente. Você pode ver um exemplo de layout de luzes na imagem abaixo.

Como produzir vídeos para o YouTube? (Equipamentos)

Dê preferência a luzes fluorescentes, tentando ao máximo evitar luzes de lâmpadas incandescentes, que podem afetar a coloração do seu fundo infinito caso você esteja usando um. Vale lembrar que utilizar rebatedores e difusores de luz também são ótimas dicas, dessa maneira sua iluminação ficará ainda melhor, tanto no posicionamento quanto no aproveitamento.

Leia também:

Bom, por enquanto vamos ficar nestes assuntos, em uma próxima publicação, que você poderá acessar clicando aqui, vamos falar um pouco mais sobre as configurações para um computador de um editor de vídeos, programas de edição de áudio e vídeo e algumas dicas de estética e configurações para o seu canal.

Mais sobre: Youtube Produção Carreira
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Destaquesver tudo