10 Profissões na área de tecnologia

Você gosta do setor de TI e tem interesse em seguir trabalhando com isso, então, confira algumas das profissões existentes na área de tecnologia para seguir carreira.

Por | @fsbeling Tecnologia Pular para comentários

As tecnologias estão cada vez mais presentes em nossas vidas e a maioria de nós já nem consegue mais viver sem ela. Partindo dos smartphones até o meio empresarial, onde algumas empresas precisam de computadores diariamente para tocar o seu negócio. A tecnologia está em toda parte, e com isso, muitas empresas vem buscando profissionais da área de tecnologia.

Atualmente, usamos algum meio tecnológico direta ou indiretamente no nosso dia a dia, tanto na vida pessoal como profissional. E, é claro, para que isso seja possível, a existência de profissionais capacitados neste segmento é indispensável. Neste sentido, listamos abaixo 10 profissões existentes na área da tecnologia e quais são as atribuições exigidas em cada uma delas. Confira.

10 Profissões na área de tecnologia 

1 - Engenheiro de Software

Este profissional tem como principal objetivo o desenvolvimento de softwares, assim como de programas computacionais.  Ao engenheiro de software é atribuída a responsabilidade de desenhar e também testar este novo programa. Além disso, o profissional fica encarregado de realizar a manutenção, assim como efetuar uma revisão periódica sobre o sistema.

Neste caso, estes profissionais são encarregados pelo desenvolvimento de aplicativos, plataformas digitais, sistemas, jogos, entre outros, conforme a demanda. Como exemplo, podemos citar aplicativos de bancos, plataformas de estudos, sistemas desenvolvidos especificamente para área médica. Casos em que o objetivo é agilizar no dia a dia a vida das pessoas através da tecnologia.

s

Sendo assim, o engenheiro de software tem como foco desenvolver programas e mantê-los, além de tempos em tempos fazer a adequação deste sistema de acordo com as necessidades dos seus usuários, sempre visando maior produtividade e desempenho.

Simplificando, estes profissionais são responsáveis pela criação de tecnologias que utilizamos diariamente.

 2 - Analista de Segurança de Informação

Um sistema após desenvolvido não pode ficar vulnerável a ataque hacker, a vazamentos de dados, por exemplo. Com isso, o analista de segurança de informação fica encarregado de analisar os riscos inerentes à informação gerenciada por sistemas, com o objetivo de garantir e tomar medidas para proteção destas informações com base nos critérios de integridade, confiabilidade e disponibilidade.

Entre as principais atribuições do cargo de analista de segurança da informação está a detecção de vulnerabilidade assim como de ameaças pertinentes aos serviços de TI, a fim de proteger as informações. Além disso, juntamente com as partes interessadas o profissional deve definir as políticas de segurança da informação. Normas e procedimentos as políticas de segurança também devem ser implementadas, realizar auditorias e o controle de processos para verificar se às medidas e políticas de segurança da informação estão adequadas, minimizar os riscos de segurança a um ponto aceitável, além de efetuar testes de possível invasão.

 3 - Analista de Sistemas

O profissional que atende ao cargo de analista de sistemas tem como propósito resolver problemas das redes, podendo tanto ser relacionados aos sistemas computacionais de hardware como de software. Entretanto, vale salientar aqui, que o Analista de Sistemas atende algumas funções que são dividas em produção de software, negócios e infraestrutura de TI.

No que tange a produção de software, o profissional necessita ter conhecimentos em engenharia de software. Isso porque neste aspecto, o analista atua no desenvolvimento de ferramentas e plataformas, em sistemas de software, em testes, arquitetura e documentação.

Analista de Sistemas

Já no que diz respeito a infraestrutura de software, o analista tem como atribuição criar soluções computacionais, por intermédio de recursos de hardware, a fim de atender um objetivo final, como é o caso de integração entre software e hardware, infraestrutura de rede, parques computacionais.

Já quanto aos negócios este profissional precisa ser criativo, pelo fato de que necessita na maior parte dos casos auxiliar na execução de negócios, partindo da criação de sistemas e sites para empresas. E, para isso, em muitos casos precisa coletar informações com clientes através de reuniões.

4 – Administrador de Sistemas

Estes profissionais geralmente fazem parte do departamento de TI. É o cargo destinado a uma pessoa que fica encarregada por manter e operar computador e/ou rede.

Seu principal objetivo é coordenar ambientes computacionais, implantando rotinas e projetos sobre serviços de sistemas operacionais, redes e banco de dados. Outra atribuição é dar suporte técnico aos usuários quanto ao uso de equipamentos e programas computacionais, além de configurar, instalar recursos e sistemas.

5 - Administrador do Banco de Dados (DBA)

O Administrador do Banco de Dados tem como responsabilidade programar e manter os bancos de dados nos ambientes de teste e homologação, além de instalar e preservar os sistemas gerenciadores do banco de dados.

banco

Este profissional é responsável pela instalação, configuração e administração do banco de dados.

6 - Gestor de Tecnologias da Informação

A Gestão de Tecnologia da Informação, ou então, Gestão de TI, tem como atribuição o gerenciamento de hardwares e softwares, ao mesmo tempo que auxilia na organização. Neste cargo, o gestor tem como objetivo otimizar os processos e demais procedimentos referentes a área de TI.

São diversas atividades executadas por um gestor de TI, entre elas: Estabelecer regras para utilização correta de sistemas; Controlar serviços de sistemas operacionais e de banco de dados de empresas; Reduzir impactos da área de tecnologia da informação; Conduzir os recursos humanos ligados aos setores de TI nas empresas; Acompanhar a rotina de colaboradores e administrar a infraestrutura física e lógica de todos os locais informatizados.

7 - Arquiteto de Redes de Informática

Os arquitetos de redes de informática são responsáveis por criar e manter uma variedade de redes de comunicação de dados, desde intranets organizacionais como infraestruturas expansivas na cloud.

Neste sentido, estes profissionais são encarregados sobre o orçamento do projeto e implementação da rede, além do gerenciamento sobre uma equipe. Está profissão exige que estes profissionais tenham perspicácia comercial.

Este cargo exige um acompanhamento das novas tendências na área de tecnologia para que possam ser aplicadas e benéficas a determinada organização, ou seja, estes profissionais precisam estar sempre atrás de algo novo para evoluir na área de TI.

8 - Programador de jogos digitais

Outra profissão em alta é a de programador de jogos digitais, e se você gosta da área de TI e também de videogame, é um motivo para pensar em seguir a profissão. Com o aprimoramento dos smartphones e as constantes transformações digitais, está é uma área em ascensão, e atualmente, conta com poucos profissionais.

j

9 - Programador de Computador

O programador é o profissional com capacidade para desenvolver um software por completo ou então partes dele, e para isso, na maioria dos casos este profissional trabalha em conjunto com demais programadores e outros profissionais de TI. É exigido ao programador a capacidade de compreender documentações de software, assim como criar registros com alterações.

No caso do programador de computadores, o objetivo é programar sistemas ou aplicações para o ambiente local, os quais irão funcionar em determinado computador ou em uma rede de computadores, com o sistema operacional MAC, Linux ou Windows.

10 - Programador Web

Este profissional fica responsável pelo desenvolvimento de portais, fóruns, sites e aplicações destinadas ao ambiente da internet. Ele é responsável pela programação de websites e sistemas web, ou seja, sobre programas que serão executados em um computador ou então em uma rede de computadores, operados em um sistema operacional, como o Linux, Windows ou MAC. Estes serviços, geralmente ficam hospedados em servidores web.

Entre os conhecimentos exigidos para este cargo está a linguagem de programação e também domínio sobre demais ferramentas, como ASP, Java, PHP e NET. Outro ponto fundamental é ter conhecimento sobre banco de dados, principalmente se for ingressar em uma organização com foco em ambientes web.

Além disso, a grande maioria das vagas para programador web exige como pré-requisito conhecimento na linguagem SQL. Quando de fala em desenvolvimento web conhecimento em HTML e CSS também são indispensáveis. O CSS é muito utilizado na personalização de páginas, ponto crucial para as empresas quando o objetivo é destacar-se perante a concorrência.

Para ocupar este cargo, quanto maior for o número de cursos e especializações, mais fácil será para ocupar a vaga.

Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal