A Internet vai acabar; diz ex-diretor executivo do Google, Eric Schmidt

Será? Pelo menos não parece, pois disse ele que “as pessoas estão a ficar conectadas em tudo que passa ao seu redor, sendo que essas informações estão chegando cada vez mais rápido, com uma variedade de serviços que a cada dia aumenta, ajudando a contribuir com o crescimento individual do ser".

Por | @oficinadanet Internet

Essa explanação foi feita durante um painel apresentado no Fórum Econômico Mundial, onde o ex-CEO do Google ainda afirmou que: “Existirão tantos endereços de IP e tantos dispositivos, coisas pra vestir, sensores, que estaremos interagindo com elas sem mesmo senti-las, elas farão parte da nossa presença o tempo todo. As pessoas estão cada vez mais interativas a tudo que se pretende fazer no decorrer do dia, assim sendo, parece que temos que estar conectados de alguma forma a internet, seja via celular, tablet ou computador; esta nova era digital que todos nós estamos vivendo, possibilita muitas funcionalidades úteis”.

Assim, o que realmente Eric Schmidt quis dizer quando declarou que a internet vai acabar? Na verdade e totalmente ao contrário do que foi analisado em sua explanação, pois o ex-CEO do Google quis mostrar-nos que a internet vive atualmente um momento de expansão e que poderá ficar complicado definir os limites entre o virtual e o real, ou seja, entre estar conectado ou não. Um exemplo forte desta manifestação é a “Internet das Coisas”; aparelhos domésticos que podem se comunicar entre si através da rede, como por exemplo, o simples acendimento de uma lâmpada de casa que hoje já é possível ligar ou desligar a distância.

Hoje em dia também já é possível graças à “internet”, estudar, conversar e até mesmo trabalhar a distância, sem precisar ter que estar presente na sede do escritório, na sala de aula ou em uma reunião importante. Além destas atividades, é possível desenvolver através desta ferramenta, outras tantas atividades e foi isso que Schmidt quis realmente nos mostrar quando se manifestou, pois ele quis nos mostrar que o mundo está cada vez mais conectado, onde tudo poderá ser adaptado e adequado com o dia-a-dia do ser humano, assim, a internet não vai “acabar”, mas sim, sofrerá mudanças constantes de modernização para o progresso da humanidade.

Mais sobre: Eric Schmidt Google Internet
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Destaquesver tudo