Depois do Facebook, Google anuncia campanha para a luta contra o ebola

Google já doou 10 milhões de dólares para combater o ebola. A maior epidemia já contaminou cerca de 13 mil pessoas.

Por | @RafaelaPozzebon Tecnologia

Na segunda-feira (10), o Google anunciou uma campanha de arrecadação de fundos para o combate ao ebola. A companhia doou 10 milhões de dólares e ainda garante que irá conseguir o dobro do montante através de doações de outras entidades.

O diretor executivo e co-fundador do Google, Larry Page, revelou que a fundação de sua família irá contribuir com US$ 15 milhões para o fim do ebola.

“Nossos corações estão com todos aqueles cujas vidas foram tocadas por esta tragédia”, escreve Page em um blog da campanha.

O Google começou a arrecadas contribuições através de um site. Na mensagem, caca de dólar doado, a companhia irá doar outro dólar até que sejam arrecadados US$ 7,5 milhões.

“Estas organizações estão fazendo um trabalho admirável em circunstâncias muito difíceis para ajudar a conter este surto e esperamos que nossa contribuição os ajude a ter um impacto ainda maior”, destacou o comunicado.

Conforme o Google, todo o dinheiro arrecadado na campanha será enviado às associações humanitárias InSTEDD, Médicos sem Fronteiras (MSF), NetHope e Save the Children. A Companhia salientou que o valor integral das arrecadações será enviado para as associações, e que cobrirá "os custos adicionais, de forma que 100% das doações irão para estas organizações, para marcar a diferença no terreno e no mundo".

Vale notar que o Facebook também iniciou uma campanha para arrecadar fundos para ajudar no combate ao ebola. Além disso, Mark Zuckerberg, juntamente com a sua esposa, Priscila Chan, anunciaram a doação de 25 milhões de dólares para o Centro Americano de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

Outro importante nome do mundo tecnológico, Bill Gates, doou, através da fundação Bill e Melinda Gates, 50 milhões de dólares para as agências das Nações Unidas e também para organizações internacionais que lutam contra o vírus hemorrágico. A maior epidemia de ebola na África já vitimou quase 5.000 pessoas de um total de 13.000 casos registrados. Os locais mais atingidos são a Libéria, Serra Leoa e Guiné, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Mais sobre: ebola, google, facebook
Share Tweet
DESTAQUESMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.