Facebook pode ser acessado pela rede TOR

Internautas de países ditatoriais poderão acessar o Facebook através de rede anônima.

Por | @oficinadanet Redes sociais

O Facebook anunciou que a rede social já pode ser acessada através da rede anônima TOR. A novidade é direcionada principalmente aos usuários de países onde há grande censura ao uso da internet. Sendo assim, a rede pode ser usada por pessoas que querem, ou mesmo precisam navegar pela web de forma anônima e que não desejam ter a sua vida virtual rastreada.

O navegador TOR é um projeto open source, que lançado em 2002. Ele foi projetado para aumentar o anonimato de suas atividades na Internet, já que não compartilha as informações de identificação, como endereço IP e localização física com sites e seus prestadores de serviços. A navegação e troca de dados de uma rede é feita através de conexões criptografadas.

Vale lembrar que em alguns países o acesso ao Facebook é negado pelo governo, como na China, Irã e Coreia do Norte. Tais locais vivem sobre regime de censura intensa e com a novidade do Facebook, as pessoas poderão ter um meio seguro de comunicação.

"O Tor desafia alguns preceitos dos mecanismos de segurança do Facebook (...) [ao usá-lo] uma pessoa parece que está se conectando da Austrália em um momento e depois pode aparecer se conectando da Suécia ou do Canadá. Em outros contextos, tal comportamento pode sugerir que é uma conta hackeada(...), mas, no TOR, isso é normal", explicou o Facebook.

O Facebook tem como objetivo aproximar os amigos e familiares que vivem no exterior, sendo assim, os moradores de tais locais poderão receber notícias de forma mais rápida e com agilidade. O governo em países ditatoriais, no geral, bloqueia o acesso às informações vindas do exterior, sendo que a população só possui acesso ao conteúdo “permitido”.

Para quem deseja acessar o Facebook via TOR há um endereço específico. A rede social garante criptografia em toda comunicação entre site e usuários. Todo o conteúdo ficará conectado diretamente no banco de dados do serviço, sem intermediários. Sendo assim, a comunicação não poderá ser rastreada.

Mais sobre: facebook tor china
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar