Facebook comemora 10 anos

O Facebook está de aniversário! Porém, para comemorar os próximos anos a rede social terá que focar ainda mais em mobilidade, revelam as pesquisas.

Por | @RafaelaPozzebon Redes sociais

A maior e mais famosa rede social do mundo está completando 10 anos nesta terça-feira (4) e além dos vários motivos para comemorar também há uma preocupação, ou seja, como se manter no topo. O Facebook, podemos dizer que, mudou a vida dos usuários de internet, com 1,2 bilhão de participantes, através da rede social já foi possível desenvolver novas ideias, promover encontros e até organizar protestos.

O Facebook surgiu oficialmente em 2004 e desde então, traçou muitas conquistas e desafios. Atualmente a rede social de Mark Zuckerberg está presente em mais de 100 idiomas no mundo todo.

De acordo com o diretor geral do Facebook Brasil, Leonardo Tristão, o dia de hoje precisa ser comemorado pelo usuário.

“Aos 10 anos de vida, entendemos que este é um momento para celebrar não o que o Facebook tem feito, mas o que as pessoas têm feito com o Facebook. Vimos como o Facebook foi utilizado para reunir brasileiros em momentos de mobilização. Os termos “manifestação” e “vem pra rua”, por exemplo, estiveram entre os 10 temas mais comentados pelos brasileiros no Facebook em 2013.”

Facebook comemora 10 anos

Leia também:

“A plataforma se transformou em um megafone gigante e deu voz às pessoas que não a teriam de outra forma. As mídias sociais ajudaram a democratizar a informação e estão contribuindo para o avanço de pilares básicos das sociedades no mundo todo. Não temos também como ignorar o papel das redes sociais em mobilizações ao redor do mundo, como no Oriente Médio.”

No entanto, como nem todo o caminho é só de flores, o Facebook, de acordo com algumas pesquisas, está perdendo usuários em alguns países.

Um estudo realizado pela University College London em oito países, por exemplo, que teve duração de 15 meses, revelou que os adolescentes estão abandonando o Facebook com a chegada dos pais à rede social.

A Universidade de Princeton disse ainda que o Facebook deixará de existir em pouco tempo, e que até 2015, 80% dos usuários abandonariam a rede social.

No Brasil, porém, o efeito é contrário, de acordo com dados da ComScore referentes à outubro de 2012 e 2013 revelam que a faixa etária de 15 a 24 anos de brasileiros foi a que teve maior crescimento na rede social.

Em contrapartida, veja: Doutorandos afirmam que Facebook vai perder 80% dos seus usuários até 2017.

“Hoje, chegamos a oito em cada 10 internautas no Brasil, mas não nos contentaremos até chegarmos a 100% deles. Nos próximo cinco a 10 anos, nossa visão é conectar todos, entender a todos e construir a economia do conhecimento. Queremos chegar também àqueles que ainda não entraram no mundo on-line - cinco bilhões de pessoas - e o Internet.org, um esforço global para possibilitar o acesso à Internet é essencial para esta conquista.”

Estudos alegam que os jovens estão optando cada vez mais por aplicativos nos smartphones e assim, deixando o Facebook de lado. Por esta razão, se o Facebook quiser continuar firme e forte deverá focar ainda mais em mobilidade.

Sabedor disso, o diretor da companhia no Brasil esclarece:

“Mobile é muito importante neste contexto. A era da conectividade móvel é o que nos espera. O mundo está cada vez mais móvel e o telefone é o dispositivo perfeito para fins sociais. As pessoas estão andando por aí com uma TV, um rádio, e-mail, além de todos os amigos no bolso. À medida que mais pessoas usam o Facebook para se conectar com amigos por meio do celular, nos empenhamos em desenvolver os melhores produtos para eles.”

Mais sobre: facebook, midiassociais, redesocial
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.