China bloqueia câmbio de Bitcoin e as moedas perdem valor

Valor da moeda virtual bitcoin despenca após não ser mais comercializada na China.

Por | @oficinadanet Internet

Nesta quarta-feira (18), valor da moeda virtual bitcoin caiu para US$ 500 (cerca de R$ 1,17 mil). O motivo para queda ocorreu após a BTC China, maior empresa de compra e venda de bitcoins do país, interditar o seu câmbio.

Cada bitcoin na China é comercializado pelo equivalente a R$ 882, valor mais baixo que o praticado em dólar por outras instituições responsáveis por negociar a moeda.

Na semana anterior, as agências reguladoras na China consideraram que o bitcoin não é uma moeda por não ser emitida por nenhuma autoridade monetária. Com isso, o bloqueio busca "proteger os interesses de propriedade do público, a posição do renminbi (a moeda chinesa), tomar precauções contra o risco de lavagem de dinheiro e manter a estabilidade financeira". China bloqueia câmbio de Bitcoin e as moedas perdem valor

Leia também:

A decisão foi tomada no dia 5 de dezembro. O ministério da Indústria e Tecnologia da Informação, a Comissão Regulatória Bancária, a Comissão Regulatória de Títulos e a Comissão Regulatória de Seguros, como também o banco central chinês, estiveram envolvidos na decisão.

"Por razões que todos sabemos, o BTC precisou interromper cobranças em renminbi", informou a BTC China em um comunicado publicado nesta quarta-feira (18) na rede social chinesa Weibo.

Vale notar que com a moeda virtual é possível fazer transferência s anônimas e internacionais sem a regulamentação de bancos e governos.

O Mercado Bitcoin, no Brasil, cotava a moeda a R$ 1,45 mil, porém, o valor chegou a menos de R$ 1 mil na manhã desta quarta-feira.

Mais sobre: bitcoin china bloqueio
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar