Empresas se reúnem por redução de até 30% no custo da banda larga

A empresa Telefônica/Vivo fecha parceria com uma das maiores empresas japonesas de tecnologia em nuvem do mundo para redução de custos operacionais com serviços de dados por rede fixa.

Por | @RafaelaPozzebon Hardware

De acordo com informações repassadas pela Telefônica Brasil a agência de notícias Reuters, informam que a companhia brasileira fechou uma parceria com a NEC Corporation (empresa japonesa), para começar primeiramente em São Paulo um projeto-piloto que tem como objetivo reduzir os custos operacionais com serviços de dados por rede fixa em até 30%.

O objetivo maior é a redução de equipamentos necessários para a instalação da internet banda larga, sendo que a nova parceria irá permitir que os serviços sejam feitos diretamente pela rede da operadora, tudo sendo monitorado através da tecnologia de nuvem, sem precisar ter que enviar funcionários para a residência dos clientes.

Conforme o acordo de parceria entre as duas empresas, após o serviço ser adotado comercialmente, o projeto irá reduzir em 15% a 30% os custos operacionais da Vivo nos serviços de banda larga mais conexões de médias e grandes empresas.

Para o diretor de serviços aos clientes da Telefônica/Vivo, Ari Falarini, o projeto inicial é ter um equipamento simples em cada residência, onde ele declara dizendo que: “A ideia do projeto é ter um equipamento simples em cada residência que contratar nossos serviços, esse equipamento irá garantir toda comunicação com a nossa rede, desde a decisão do que fazer dentro da rede, ao conteúdo acessado, até o armazenamento em nuvem”.

O projeto que estará em teste com um número de clientes ainda não definido pela operadora no Estado de São Paulo, poderá ser ampliado para outros estados após ser totalmente aprovado. Os testes começarão a ser implantados ainda este mês, pois a companhia afirma que além da redução nos custos, o projeto garante mais segurança aos aparelhos eletrônicos ligados a rede, sendo que os riscos de panes e incidentes serão reduzidos.

Para tranquilizar seus clientes, Falarini garante que o novo serviço implantado pela Telefônica/Vivo é mais seguro, onde ele declara dizendo que: “Quanto aos aspectos de segurança, desde que a implementação seja feita seguindo os padrões da indústria, a rede estará protegida”. “Nossos técnicos serão altamente treinados para essa nova tecnologia, sendo que serão qualificados para realizar quaisquer tipos de atividade na rede da operadora em nuvem”, garante o diretor.

Além de melhorias nos serviços, a Vivo também poderá em uma última análise, reduzir os preços dos serviços de banda larga ao consumidor”, finaliza dizendo Falarini.

Mais sobre: Telefônica Brasil, NEC, parceria
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários