Brasil é líder de pedidos judiciais para remoção de conteúdos do Google

De acordo com a 7ª atualização do Relatório de Transparência do Google, o Brasil lidera o ranking de pedidos judiciais para remoção de conteúdos do site

Por | @RafaelaPozzebon Internet

De acordo com a 7ª atualização do Relatório de Transparência do Google, o Brasil lidera o ranking de pedidos judiciais para remoção de conteúdos do site. As solicitações são feitas para ferramentas como blogs, YouTube, pesquisas na web entre outros.

De acordo com dados divulgados pelo próprio Google, no segundo semestre de 2012, a companhia recebeu 697 solicitações de remoção de conteúdo. Este número representa um aumento de 265% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando a empresa recebeu 191 pedidos de remoção de conteúdo.

No entanto, o grande número de pedidos de remoção de algum material tem uma razão específica, ou seja, o período eleitoral. Conforme os dados, 316 solicitações recebidas pela empresa estão relacionadas com uma suposta violação ao Código Eleitoral Brasileiro.

Sobre algum suposto descumprimento das decisões judicias, a gigante de buscas disse que “o Google está exercendo seu direito de recorrer da decisão em outros processos, como previsto na legislação brasileira, sob o argumento de que o conteúdo está protegido pela liberdade de expressão de acordo com a Constituição do Brasil”.

Mais sobre: Google, Brasil, remoção de conteúdo
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários