Lançamento OpenSUSE 12.3 e suas Novidades

Após seis meses de trabalho com estabilização adicional, resultou no lançamento do openSUSE12.3, software livre e de código aberto.

Por | @oficinadanet Softwares

Entre os novos recursos do openSUSE 12.3 é adicionado suporte UEFI: a distribuição irá "bootar" em computadores UEFI - tanto de DVDs quanto de pendrives. Mesmo que o Secure Boot esteja ativado na configuração da firmware, no entanto, o Secure Boot deve ser ativado nas configurações do bootloader durante a instalação. Os desenvolvedores do openSUSE ainda estão classificando o recurso como experimental.

Como este foi um ciclo de lançamento mais curto do que o normal, muita atenção foi dada para os detalhes, assim disponibilizando um produto de qualidade pronto para uso.

Destaques:

Retoque - OpenSUSE 12.3 concluiu a integração de systemd e proporciona uma melhor experiência de log do sistema com journald. O Gerenciamento de pacotes recebeu atenção especial para deixar as ferramentas gráficas trabalharem de forma mais confiável e um novo tema também traz uma experiência consistente de boot para desktop.

Características - OpenSUSE 12.3 traz novas tecnologias para usuários como a inclusão de PostgreSQL 9.2 que vem com suporte nativo JSON (estilo NoSQL). O MariaDB tornou-se o padrão ao invés do MySQL. Esta é a primeira versão do openSUSE com OpenStack um completo "Folsom" para os fãs de nuvem e esta estreiando o lançamento do E17 como desktop e gerenciadores de janelas impressionantes.

Virtualização - O Virtualbox 4.2 traz suporte para limitar a largura de banda de rede IO, melhorou também o desempenho 3D e suporte melhorado a dispositivo de rede. As atualizações KVM e QEMU para 1.3.0 melhorou bastante a pilha USB como dispositivo de armazenamento em massa e suporte a USB3, bem como MSI / MSI X-suporte para o controlador xHCI. Esta versão inclui o primeiro grande lançamento "Boxes," um pedido de utilização de sistemas remotos a máquinas virtuais.

Kernel - O kernel Linux 3.7 oferece uma ampla gama de melhorias, variando de correções de bugs para melhorias de desempenho e do fluxo habitual e constante de suporte a novos hardwares. Alguns destaques:

  • Raid 10 com suporte para o mapeamento de dispositivos
  • Dispositivo persistente SATA para SSD e HD de economia de energia (oportunista) suspender e as ferramentas do kernel e do sistema.
  • Diffs instantâneo com o Btrfs, desativar cópia na gravação em uma base por arquivo e Anchova 0.1.1 para snapshots por usuários e finalmente LVM provisionados instantâneos
  • Perfis de desempenho com perf traço
  • Maior desempenho TCP (Fast Open / Cedo retransmitir / Filas pequenas) e maior resistência ao temido "bloat tampão '
  • SMBv2 apoio protocolo, bem como NFS estável 4.1
  • Maior segurança com suporte a módulos do kernel assinado, mais forte sandboxing para sshd e mais
  • Mais rápido e mais estável Nouveau driver NVidia, suportando hardware mais novos

Como de costume, esta versão vai continuar a receber correções de bugs e atualizações de segurança por pelo menos mais dois ciclos de lançamento a cada 2 meses. Atualmente, o openSUSE 13.1 está previsto para daqui oito meses.

Para uma visão mais detalhada dos novos recursos visite opensuse.org/12.3.

Mais sobre: openSUSE, novidades, lançamento
Share Tweet
DESTAQUES
Mais compartilhados
Comentários