Oficina da Net Logo

Netflix quer investir mais em produções brasileiras

As produções locais deverão ganhar ainda mais espaço com a nova atitude da companhia.

Por | @oficinadanet Netflix Pular para comentários

A Netflix passou a investir mais em conteúdo original. A companhia pretende oferecer mais opções exclusivas, tudo isso em virtude da alta concorrência. As produções locais deverão ganhar ainda mais espaço com a nova atitude da companhia.

O vice-presidente de conteúdo internacional da Netflix, Erik Barmack, disse ao Estadão sobre os planos da empresa para o Brasil. Ele prometeu “mais três ou quatro” produções nacionais até o final de 2018. Isso tudo além das já anunciadas e disponíveis na plataforma, ou seja, 3%Coisa Mais LindaSamantha!O Mecanismo e Sintonia, projeto de KondZilla.

Netflix quer investir mais em produções brasileiras.Netflix quer investir mais em produções brasileiras.

Leia também: Leia em destaque: Filmes de comédia para assistir na Netflix.

“Nosso negócio está se tornando mais global e não dá para só 4% ou 5% do conteúdo vir de fora dos Estados Unidos. As boas séries estão vindo de todo lugar, como 3%, do Brasil, ou La Casa de Papel, da Espanha. Precisamos nos conectar a usuários de todo o mundo – o que leva à necessidade de termos direitos globais de distribuição. (...)


Percebemos, com base nas primeiras séries nacionais que realizamos, que existe uma tendência do brasileiro consumir mais conteúdos nacionais. E há muitos talentos a serem descobertos no país.”

Vale mencionar que a série de ficção científica 3% conseguiu um bom nível de sucesso no exterior e “atraiu a atenção na Alemanha, França e Estados”, disse Barmack.

“Não temos nada contra novelas, mas não vamos investir nelas, pois já existem emissoras no Brasil que as fazem. Temos de fornecer programação que não existe na TV aberta, como fantasia, ficção e comédias ousadas.”

Atualmente, a Netflix acredita na necessidade de investir em produção própria justamente para conseguir concorrer com outras grandes plataformas, como HBO, Fox e Disney.

No entanto, por enquanto, a companhia não pretende abrir mão do conteúdo licenciado. “É verdade que estamos investindo mais em conteúdo original, mas vamos continuar a licenciar conteúdo – hoje, fazemos isso com séries como Star Trek e Riverdale", observou Barmack.

Com o aumento de opção, a expectativa é que novos clientes sejam atraídos para a plataforma. "Nosso objetivo é sermos uma dessas escolhas", disse.

Você tem Telegram? Então inscreva-se grátis aqui no canal do Oficina da Net e recebe todas as notícias pelo mensageiro.

MAIS SOBRE: #Netflix  #Brasil  #conteúdo  #series
Comentários
Carregar comentários