Disney deve investir US$ 30 bilhões na produção de conteúdos para sua própria plataforma de streaming

Entre os planos da companhia está a criação de uma série de Star Wars, um programa sobre o universo Marvel e produções baseadas em franquias High School Musical e Monstros S.A.

Por | @fsbeling Negócios

A Disney já havia comunicado o rompimento com a Netflix, em agosto do ano passado. Ao mesmo tempo em que revelou seus planos para criação da sua própria plataforma de streaming com previsão de chegada para 2019. Entretanto, a companhia de análise de mercado, a RBC Capital Market, nesta semana, ressaltou que a empresa estaria com projetos para se tornar a companhia líder mundial em conteúdos exibidos digitalmente.

Está afirmação veio após a Disney informar que vai investir 30 bilhões de dólares em conteúdos para sua plataforma, enquanto que a grande concorrente no segmento, a Netflix, pretende investir somente em 8 bilhões na produção de conteúdos originais, com uma estimativa de chegada de mais 700 novos títulos ao catálogo, incluindo filmes, séries, documentários e alguns especiais.

De acordo com o economista da RBC, Steven Cahall, outro ponto determinante foi a compra da Fox, que ocorreu no final de 2017. Neste acordo, a Disney arrematou parte do Hulu, plataforma de streaming com forte mercado norte-americano, onde o serviço possui um grande engajamento com uma audiência mais adulta, contando com 17 milhões de usuários.

Será feito um investimento de US$ 30 bilhões para produção de conteúdo de streaming.Será feito um investimento de US$ 30 bilhões para produção de conteúdo de streaming.

Leia também:

Além disso,o CEO da empresa, Bob Iger, revelou que entre os planos da companhia está a criação de uma série de Star Wars, um programa sobre o universo Marvel e produções baseadas em franquias High School Musical e Monstros S.A.

A RBC também cita o grande potencial de engajamento que existe para Disney, com seus parques temáticos, em que somente o número de famílias que viajam nas férias para Disneyland equivale a 50 milhões de residências. Nesta estimativa, a RBC acredita que isso resultaria em um potencial de aumento de 20% nos papeis da companhia.

MAIS SOBRE Disney Fox Hulu
SHARE
+ Notícias
Comentários