Oficina da Net Logo

Como escolher a melhor versão do Linux para iniciantes em 2019?

Independente se você é um novato no Linux, ou um frustrado com alguma versão que não deu certo para você, conheça cinco distribuições excelentes para você começar a amar o Linux.

Por | @oficinadanet Linux 13 comentários

Existem muitas distribuições Linux disponíveis. Se você é novo na plataforma, talvez não tenha ideia de por onde começar. Para facilitar sua vida, selecionamos nossas 5 distribuições favoritas para os novos usuários do sistema operacional de código aberto. 

Leia também: O que é o kernel do Linux? 

Considerações iniciais

Antes de analisarmos cada uma das 5 distribuições, há algumas coisas que você deve saber:

  • As distribuições aqui listadas funcionam muito bem tanto para desktops quanto para notebooks.
  • Essas distribuições são gratuitas, e podem ser baixadas como arquivos de imagem .iso.
  • As imagens ISO precisam ser gravadas em um CD / DVD ou pendrive USB (isso pode ser feito com uma ferramenta como o Unetbootin).
  • Todas as distribuições do Linux que você encontrará aqui podem ser executadas como instâncias “ao vivo” (o que significa que você pode inicializar o sistema operacional a partir do CD / DVD ou do pendrive e executá-lo diretamente na RAM do seu computador, sem instalar nada).

Dito isso, vamos dar uma olhada nas 5 melhores distribuições para iniciantes em Linux.

 

1. Elementary

Se você já usou o macOS, vai se familiarizar bastante com o Elementary. Os desenvolvedores desta elegante distribuição baseada no Ubuntu se esforçaram para não apenas tornar a interface instantaneamente familiar, mas o design é global, o que significa que cada elemento dainterface tem aparência e comportamento similares.

Essa unificação ajuda a tornar a experiência do Elementary muito amigável e agradável. O layout da área de trabalho será instantaneamente familiar. Os aplicativos podem ser iniciados no menu Aplicativos ou no Dock. Tenha acesso rápido ao seu calendário clicando na Data / Hora na barra superior (chamada de Wingpanel). No lado direito do Wingpanel, você encontrará opções de som, notificações, rede e energia.

O Elementary OS vem com uma seleção enxuta de aplicativos, mas não tenha medo; Está incluído no Elementary OS um AppCenter, onde você pode instalar tudo o que precisa para realizar seu trabalho. O Elementary OS é uma distribuição Linux perfeita para iniciantes. É bonita e fácil de usar.

Pontos positivos

  • Fácil de usar;
  • Interface minimalista que se assemelha ao macOS;
  • Excelente reconhecimento de hardware;
  • Baseado no Ubuntu.

Pontos negativos

  • Número pequeno de aplicativos instalados

2. Ubuntu

Nenhuma lista de distribuições Linux seria completa sem incluir o Ubuntu. Esta distribuição é baseada no Debian, e uma série de distribuições Linux são baseadas no Ubuntu. Há uma razão para isso: o Ubuntu é uma das distribuições mais estáveis ​​e fáceis de usar disponíveis.

Uma iteração recente do Ubuntu (18.04, também conhecido como Bionic Beaver) faz um excelente uso do ambiente de trabalho GNOME 3, com uma aparência decididamente parecida com o Ubuntu. Em vez de ter apenas o GNOME Dash para o qual abrir aplicativos, os desenvolvedores adicionaram um prático dock à extremidade esquerda da interface, onde os Favoritos são fixados.

Como todos os bons sistemas operacionais modernos, o Ubuntu inclui sua própria loja de aplicativos, chamada Ubuntu Software, onde milhare de aplicativos podem ser encontrados e instalados. Embora a interface do Ubuntu possa não parecer imediatamente familiar, qualquer um que tenha usado um computador ou dispositivo móvel se sentirá imediatamente em casa, com quase zero de curva de aprendizado envolvida.

Ao contrário do Elementary OS, o Ubuntu vem com um pouco mais de softwares instalados. Você encontrará a suíte de escritório LibreOffice, o navegador Firefox, o app de e-mail Thunderbird, o software de webcam Cheese, entre outros.

Pontos Positivos

  • Excelente apoio da comunidade;
  • Design elegante;
  • Facilidade de instalação;
  • Coleção sólida de aplicativos instalados;
  • Interface moderna;
  • Curva de aprendizagem zero.

Pontos Negativos

  • Requisitos de sistema mais altos do que outras distribuições

3. Linux Mint

O Linux Mint é outra distribuição baseada no Ubuntu. A diferença entre o Ubuntu e o Linux Mint reside principalmente na escolha das áreas gráficas. Enquanto o Ubuntu Linux opta pela interface GNOME 3, o Linux Mint oferece aos usuários três opções:
 
  • Cinnamon
  • Mate
  • Xfce

Cada escolha tem seus pontos fortes e fracos, e os usuários iniciantes devem considerar usar a Cinnamon ou a Mate em vez da Xfce (já que o Xfce tem uma curva de aprendizagem um pouco maior). Quase qualquer usuário iniciante de Linux se sentiria em casa com a interface do Cinnamon ou Mate. Por quê? Porque os desenvolvedores entendem que a mudança não é exatamente fácil para todos. 

Para isso, o Linux Mint usa elementos familiares na interface (ícones clicáveis, botão “Iniciar”, bandeja do sistema, etc.). Então, se você é novo no Linux e está procurando por uma interface mais familiar, o Linux Mint é uma boa escolha. E considerando que ele desfruta de uma base sólida do Ubuntu, você pode ter certeza de que a interface do Linux Mint funcionará sem falhas.

A edição Linux Mint Mate também é muito leve, rodando em apenas 512 MB de RAM e 9 GB de espaço em disco rígido. Isso significa que você pode rodar em computadores mais antigos antes de testá-lo em um hardware mais novo.

Pontos positivos

  • Fundação Ubuntu;
  • Próximo a nenhuma curva de aprendizado;
  • Interface simples;
  • Excelente coleção de aplicativos padrão;
  • Baixos requisitos de hardware.

Pontos negativos

  • Interface parece um pouco velha escola.

4. Zorin OS

Se você fosse um fã do Windows 7, o Zorin OS pode ser a distribuição Linux perfeita para você. Com uma interface familiar, o Zorin é tão bonito quanto é fácil de usar. Se você não gosta do Windows 7, você pode selecionar uma interface diferente para o Zorin OS. Nas Configurações é possível alternar entre uma interface muito semelhante ao Windows 7, um layout semelhante ao Windows XP ou um layout tradicional do GNOME 3. 

A ferramenta de tema também permite alternar os botões da barra de título do lado direito para o lado esquerdo, habilitar e desabilitar ícones específicos na área de trabalho e ativar ou desativar as animações da área de trabalho.

O Zorin OS foi projetado desde o início para fazer com que os usuários do Windows se sintam em casa. Na verdade, o Zorin OS é a única distribuição listada aqui que inclui o Wine. O Wine é uma camada de compatibilidade que possibilita a instalação de aplicativos do Windows no Linux. 

No Zorin OS, o Wine é realmente muito fácil de usar. Na verdade, a distribuição inclui até mesmo o PlayOnLinux, que é uma loja de aplicativos gráficos para aplicativos do Windows.

Pontos positivos

  • Interface pode ser alterada para atender o gosto dos usuários;
  • Interface elegante;
  • Excelente coleção de aplicativos instalados;
  • Usuários do Windows se sentirão em casa.

Pontos negativos

  • Curva de aprendizado ligeiramente mais acentuada, para aproveitar ao máximo a interface.

5. Budgie

Outra distribuição Linux baseada no Ubuntu, o Budgie não é apenas muito amigável para os novatos, mas também é lindo! O nome Ubuntu Budgie vem da interface usada para a distribuição. Esta interface não é uma bifurcação do GNOME ou de qualquer outra, mas é única. Mas não pense assim porque os designers e desenvolvedores do Budgie optaram por fazer algo novo, que está além do escopo dos iniciantes. De fato, o oposto é verdadeiro: o Budgie é uma excelente distribuição para iniciantes.

Na interface do Budgie, você encontrará um encaixe, um menu principal e um painel que inclui notificações e alguns extras. Clique no menu principal para obter acesso instantâneo a tudo que está instalado. Falando nisso, você encontrará todos os apps que precisa para trabalhar:

  • LibreOffice;
  • Navegador web Chromium;
  • E-mail Geary;
  • Cheese webcam booth
  • Rhythmbox Music Player
  • GNOME MPV movie player

O Budgie também inclui uma opção de luz noturna, para aqueles que trabalham à noite e querem reduzir o brilho da tela. Não há quase nenhuma curva de aprendizado para essa distribuição Linux baseada no Ubuntu, que impressionará com sua beleza e simplicidade.

Pontos positivos

  • Interface linda;
  • Baseado no Ubuntu;
  • Quase nenhuma curva de aprendizado;
  • Grande coleção de aplicativos padrão.

Pontos negativos

  • O suporte pode não ser muito bom.
Comentários
Carregar comentários