Precisa tanto? País africano desliga internet durante período de prova importante

Para piorar ainda mais a situação, durante o período de provas, todos os estudantes e até mesmo os funcionários da escola são obrigados a passarem por detectores de metais.

Por | @oficinadanet Internet

A Argélia, semelhante ao Brasil, possui também um grande sistema de seleção por provas durante o ensino médio, semelhante ao nosso ENEM. Porém, o país tomou medidas drásticas para evitar possíveis vazamentos, colas e trapaças durante o período de provas, o governo local decidiu desligar a internet e bloquear o acesso de quase 40 milhões de habitantes.

Como diz a BBC, o governo nacional está aplicando a “precaução” durante o período de provas, que teve início na última quarta-feira (20) e terá duração até a próxima segunda-feira (25). Para completar, a Argélia também está bloqueando o acesso ao Facebook durante o período de provas em seu território.

Para piorar ainda mais a situação, durante o período de provas, todos os estudantes e até mesmo os funcionários da escola são obrigados a passarem por detectores de metais para impedir que objetos como celulares ou outro tipo de aparelho eletrônico entre nas salas.

As medidas tomadas são para evitar problemas maiores envolvendo fraudes no processo.As medidas tomadas são para evitar problemas maiores envolvendo fraudes no processo.

Leia também:

As medidas tomadas são para evitar problemas maiores envolvendo fraudes no processo. Em 2016, por exemplo, algumas questões das provas foram expostas na internet. Por conta disso no ano seguinte o país começou a limitar o acesso a internet, mas não surtiu mito efeito. Assim sendo, neste ano o governo optou por uma medida drástica, ou seja, o bloqueio geral da internet.

Obviamente, a decisão não agradou a todos e gerou controvérsias. A SMEX, ONG libanesa que defende o livre acesso à internet na região criticou severamente a medida tomada pelo governo da Argélia. “Governos tomam essas medidas e apontam que uma 'trapaça generalizada' [...] ocorreu no ano passado, mas eles nunca fornecem dados e nunca mencionam a eficácia dessas paralisações."

As provas serão realizadas por cerca de 700 mil estudantes. Os resultados sairão em 22 de julho. E você, concorda com a medida tomada pelo país? Acredita que o corte da internet seja eficaz nesse caso?

MAIS SOBRE internet bloqueio provas
SHARE
Comentários
Destaquesver tudo
 
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail