Em 2023, 5G terá 1 bilhão de usuários, prevê Ericsson

O relatório da empresa aponta ainda que a rede 5G, que já está em desenvolvimento, deverá cobrir 20% da população nos próximos cinco anos.

Por | @oficinadanet Internet

A chegada da tecnologia 5G é um assunto recorrente, e tem gerado muita discussão ao longo do tempo. Com a rede, a qualidade da internet deverá melhorar ainda mais.

Conforme números apresentados pela Ericsson em seu Relatório de Mobilidade, a tecnologia LTE está crescendo cada vez mais e será a tecnologia de dados móveis prevalecente até o final do ano. Para completar, o uso da tecnologia GSM / EDGE já diminuiu 130 milhões neste ano.

Em 2023, 5G terá 1 bilhão de usuário, prevê Ericsson.Em 2023, 5G terá 1 bilhão de usuário, prevê Ericsson.

Leia também:

O relatório da empresa aponta ainda que a rede 5G, que já está em desenvolvimento, deverá cobrir 20% da população nos próximos cinco anos. Uma boa parte de tudo isso se deve as empresas que estão desenvolvendo mais soluções de Internet das Coisas (IoT) que precisa necessariamente de uma conexão mais rápida e também estável.

A Ericsson afirma ainda que o 5G New Radio (NR) irá entrar em vigor em 2019, mas em 2020 a tecnologia seria mais difundida em países desenvolvidos como Estados Unidos, Europa e Coreia do Sul.

“Veremos os primeiros assinantes 5G em 2018, que crescerão rapidamente, basicamente tão rápido quanto o 4G ou até possivelmente um pouco mais rápido”, diz Patrik Cerwall, chefe de marketing e inteligência estratégica da empresa.

A estimativa, conforme o relatório, é que até 2023, as assinaturas de banda larga móvel devam chegar perto de 95% e alcançar 9,1 bilhões, sendo que 1 bilhão de tais assinaturas irão contar com o uso da tecnologia 5G.

Para a América Latina, os assinantes de planos de dados utilizando a tecnologia VoLTe deverão chegar a 5.5 bilhões em 2023.

Mais sobre: 5g internet ericsson
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Destaquesver tudo