Órgãos públicos terão que ofertar Wi-Fi gratuito

A medida em questão abrange os órgãos públicos de todas as esferas, ou seja, federal, estatal e município.

Por | @oficinadanet Internet

Os órgãos públicos, em breve terão que ofertar internet sem fio nas repartições. O Projeto de Lei 2012/11, que foi apresentado pelo deputado João Arruda (PMDB-PR). Já foi aprovado pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público.

A medida em questão abrange os órgãos públicos de todas as esferas, ou seja, federal, estatal e municipal. O PL acabou sofrendo algumas alterações, apresentadas pelo deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA).

Wi-Fi grátis em órgãos públicosWi-Fi grátis em órgãos públicos

Para completar, a senha da rede Wi-Fi das repartições públicas precisa estar fixada em um local visível. A rede contará com limitação de usuários externos, obedecendo ainda o horário de funcionamento do órgão. Ela poderá ser usada somente por quem estiver por dentro da repartição e durante o horário de funcionamento. O substitutivo do PL 2021/11 isenta os bancos da obrigação.

“Devido à natureza de negócio e dos riscos à segurança, os bancos públicos precisam impor rigoroso controle a sua rede de transmissão de dados. Por isso, a criação de mecanismos de acesso público à internet”, explicou Daniel Almeida.

Também foi excluído do texto original a obrigatoriedade da aplicação de algum filtro para impedir o acesso a sites que contenham conteúdos impróprios e ainda adultos. Como justificativa, os cidadãos estarão usando os seus próprios aparelhos, deste modo, não cabe a ninguém decidir o que é acessado ou não.

O projeto de lei irá tramitar em caráter conclusivo pata análise e parecer de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e Cidadania.

Mais sobre: internet wifi Brasil
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar