Instagram altera termos de serviços após escândalo do Facebook

Agora, nesta sexta-feira (20), o Instagram aplicou mudanças em seus termos de serviço, com a intenção de se adaptar às alterações promovidas pelo Facebook, que comanda também a rede social de fotos.

Por | @oficinadanet Instagram

Como já sabemos, o Facebook está envolvido em um grande escândalo envolvendo a violação de dados dos seus usuários. Por conta disso, a rede social deverá adotar medidas mais drásticas para evitar possíveis problemas relacionados ao assunto no decorrer do tempo.

Agora, nesta sexta-feira (20), o Instagram aplicou mudanças em seus termos de serviço, com a intenção de se adaptar às alterações promovidas pelo Facebook, que comanda também a rede social de fotos. Os integrantes receberam um aviso para adequação das novas medidas.

Instagram altera termos de serviços após escândalo do Facebook.Instagram altera termos de serviços após escândalo do Facebook.

Leia também:

Conforme a rede social, não será alterado o modo em que os dados são processados, mas sim, destaca que a responsabilidade pela mídia é da empresa de Mark Zuckerberg. Veja o comunicado oficial:

“O Instagram faz parte do Facebook desde 2012 e estamos fazendo algumas mudanças corporativas. De agora em diante, nossos termos refletirão que o Facebook Inc é responsável pelo Instagram. O aplicativo do Instagram e a forma como processamos os dados não mudaram. Nossos termos agora estão mais claros em relação ao serviço que fornecemos e o que esperamos que cada membro da nossa comunidade para manter o Instagram um lugar seguro para todos.”

Os termos, agora, confirmam que o Instagram e Facebook compartilham dados entre si e vendem para anunciantes. Porém, ressaltam a garantia da propriedade dos usuários sobre as fotos e também os vídeos.

No início deste mês, a plataforma havia alterado a sua política de uso e de dados, tudo isso em razão dos escândalos de vazamentos de dados que ocorreram recentemente.

A nova política também ressalta que as informações são utilizadas internamente para melhorar os serviços e ainda combater o ciberbullying.

Se você já recebeu as novas alterações, o que pensa sobre o assunto?

DEIXE SEU COMENTÁRIOComente aqui
Assine a nossa newsletter

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Comentários