Huawei vai liberar US$ 286 milhões em bônus para funcionários por ajudar na proibição dos EUA

Mesmo enfrentando problemas com os Estados Unidos, a Huawei continua crescendo. Por essa razão a empresa resolveu agradecer a mais de 190 mil funcionários entregando um salário bônus.

Por Huawei Pular para comentários
Huawei vai liberar US$ 286 milhões em bônus para funcionários por ajudar na proibição dos EUA

Devido a proibição comercial imposta pelos Estados Unidos, a Huawei sofreu bastante no recebimento de componentes e softwares vindos de empresas norte-americanas, dificultando a expansão de alguns dispositivos em determinados mercados. A linha Mate 30, por exemplo, não traz nenhum serviço do Google.

No entanto, apesar de todos os problemas, a marca chinesa continua apresentando números positivos em diversos setores da indústria. Recentemente, um relatório da IDC referente ao terceiro trimestre deste ano confirmou que a Huawei ainda é a segunda maior fabricante de smartphones do mundo, registrando um crescimento anual acima de 28%.

Então, como sinal de agradecimento, a empresa vai liberar um bônus de US$ 286 milhões para mais de 190 mil funcionários em 170 países. O memorando que foi vazado revela que todos os funcionários com classificação de desempenho acima de "C" e que não tenham violações de segurança estão aptos a receber o bônus, que equivale a um salário-base de outubro.

Lembrando que, no começo do mês, Wilbur Ross, secretário de Comércio dos Estados Unidos, disse que o governo americano vai começar a emitir licenças para que empresas voltem a negociar com a Huawei. Portanto, quando isso acontecer, podemos esperar que a gigante chinesa cresça ainda mais nos setores que atua.

Fonte: GsmArena

Leia também: Os 10 melhores celulares para jogos. Acompanhe as últimas notícias de tecnologia aqui no Oficina da Net. Sempre trazendo conteúdos novos e produtos interessantes.

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Carregar comentários