Sistema de mesa Vs Sistema Portátil [básico sobre fones]

A dúvida entre um sistema portátil e um sistema de mesa de fones de ouvido, é algo muito comum e ocorre por diversos fatores. Confira o que leva uma pessoa a decidir a escolher um ou ao invés do outro ou até mesmo os dois!

Sistema de mesa Vs Sistema Portátil [básico sobre fones]

A dúvida entre um sistema portátil e um sistema de mesa de fones de ouvido, é algo muito comum e ocorre por diversos fatores. Essa indecisão acaba por confundir diversas pessoas sobre qual caminho seguir, pois podem acabar gastando mais na busca por algo que atenda as suas necessidades e/ou exigências.

Necessidade das atividades do dia a dia

O primeiro ponto que se deve analisar é para quais atividades você irá utilizar o sistema de fones de ouvido. A partir daí, fica mais fácil de descartar o sistema portátil ou o de mesa.

Se você é uma pessoa que fica mais tempo em casa, por exercer atividades como, por exemplo, assistir filmes, jogar jogos (PC ou console), trabalhar, lazer, a melhor alternativa seria um sistema de mesa, por proporcionar uma maior qualidade. Porque você não irá ficar se movimentando e terá espaço o suficiente para acomodar, por exemplo, um DAC e amplificador (amp) dedicados.

Headphone Audeze LCD-2C e amplificador  Schiit Audio Magni 3 . Fonte: themasterswitch
Headphone Audeze LCD-2C e amplificador Schiit Audio Magni 3 . Fonte: themasterswitch

Já um usuário que necessita de liberdade para se movimentar, por realizar tarefas como exercícios físicos, viagens, jogar jogos andando pela casa (durante as pausas ou por ser inquieto), a melhor escolha é um sistema portátil.

Prioridades: Praticidade ou qualidade?

Esse fator, ocorre atualmente tanto em sistemas de mesa quanto portáteis, por conta da incorporação da tecnologia Bluetooth e/ou do suporte ao streaming de música em diversos aparelhos. Hoje temos tanto DAC/amps de mesa com Bluetooth ligados a um dispositivo com acesso a serviços de streaming de música quanto Digital Áudio Players (DAPs) ou smartphones com suporte a tecnologia Bluetooth e acesso a aplicativos como Tidal, Spotify, Apple Music, Amazon Music etc.

Digital Audio Player (DAP) FiiO M6 e fone de ouvido in-ear FiiO FH5. Fonte: soundnews
Digital Audio Player (DAP) FiiO M6 e fone de ouvido in-ear FiiO FH5. Fonte: soundnews

A adição das funções Bluetooth e streaming de música encarecem o valor final do produto, então o usuário, por vezes, tem dúvida entre pagar menos e ter uma certa qualidade de áudio ou pagar mais e ter praticidade no seu dia a dia. Entretanto, não é somente este o problema, pois além dessa questão, surge um outro ponto quando se tenta investir o máximo possível para se obter qualidade. No caso dos sistemas portáteis, existem produtos de alta qualidade, que são caros e prometem uma experiência incrível, mas como usufruir isso na rua? Ou durante uma viagem com muitos ruídos interferindo na audição?

A questão da qualidade e o custo para o sistema portátil, é muito discutido entre os entusiastas do áudio que querem que os equipamentos entreguem um nível tão alto quanto o de um sistema de mesa. Neste caso, voltamos novamente ao ponto das "Necessidade das atividades do dia a dia", pois de nada adianta se investir muito, se o produto não é "compatível" com a atividade. Pois no caso de sistemas portáteis, a engenharia para se conseguir uma alta qualidade, "miniaturizando" o que se tem em sistemas de mesa, custa muito caro, daí o pensamento "até quando isso vale a pena?".

Concentração na música ou nos afazeres do dia?

É um assunto que muitos evitam, pois querendo ou não, tem que se pensar no quanto está se investindo e no retorno disso durante a utilização do sistema no dia a dia. Porque de que adianta a pessoa ter um sistema portátil de alto nível, se quando ela está utilizando, não se tem foco o suficiente para se desfrutar da música? Exemplo: ouvir música enquanto se realiza alguma atividade no trabalho ou durante o deslocamento no trânsito da cidade.

Ouvindo música no trabalho. Fonte: nytimes
Ouvindo música no trabalho. Fonte: nytimes

Custos: Qual é mais barato? Sistema de mesa ou portátil?

Quando se trata de baixo custo, de ser barato, o tipo de sistema de fones que sai na frente é o portátil, sem dúvidas. Pois na grande maioria das vezes se consegue um baixo custo através da utilização de aparelhos com placas de som integradas (com DAC/amp juntos) ou aparelhos multifunção com placas de som on-board (smartphones, notebooks, tablets, desktops). Além disso, fones de ouvido portáteis como, por exemplo, in-ears (IEMs, intra-auriculares), earbuds, on-ears, possuem uma faixa de preço muito ampla, conseguindo atingir preços extremamente baixos, principalmente quando se trata de fones de fabricantes chinesas como a KZ, a Tin Audio, a Venture Eletronics (VE Audio), a Moondrop, a Fearless áudio, a Dunu, a FiiO, dentre tantas outras.

Digital Audio Player (DAP) Questyle Audio QP1R e fone de ouvido in-ear Dunu DK-4001. Fonte: aboutaudio
Digital Audio Player (DAP) Questyle Audio QP1R e fone de ouvido in-ear Dunu DK-4001. Fonte: aboutaudio

Entretanto, é importante lembrar que não se deve pensar somente no fator de custo ao se adquirir um sistema de fones, pois isso pode acabar fazendo com que a pessoa gaste mais pelo fato de não atender as necessidades que se esperava com a compra. Ou seja, as vezes compensa mais um investimento um pouco maior para que não haja a necessidade de uma "troca prematura" de sistemas.

Sistema único ou dois sistemas?

A escolha por um sistema único ou dois sistemas dependerá das possibilidades da pessoa. Tem pessoas que optam por um sistema único, geralmente portátil, pois gostam de simplificar ao máximo o sistema por questões de custo ou simplesmente porque não gosta de deixar "coisas paradas". Entretanto, existem pessoas que preferem ter um sistema portátil e um sistema de mesa, na tentativa de se extrair a qualidade desejável de acordo com os seus investimentos.

No sistema único, geralmente se tem um Digital Áudio Player (DAP) de alto desempenho, com chips DAC e sistemas de amplificação de alto desempenho somado a diversas opções de saída (balanceada, ótica, line out, coaxial etc.).

Existem também sistemas híbridos, onde se utilizam o DAP como DAC conectado a um amp, como o sistema da FiiO (DAP FiiO + FiiO K5).

Amplificador FiiO K5 e Digital Audio Player (DAP) FiiO X7 Mark II. Foto por Vitor Valeri
Amplificador FiiO K5 e Digital Audio Player (DAP) FiiO X7 Mark II. Foto por Vitor Valeri

Há a possibilidade também de tornar um sistema de mesa um pouco mais versátil, com a utilização de um receptor Bluetooth, transformando os fones de ouvido com fio em wireless (sem fio). A mesma ideia pode ser aplicada também a sistemas portáteis, para que a pessoa que já possui um fone com fio, não precise comprar outro fone, caso tenha o desejo de utilizar um fone de ouvido sem fio.

Receptor Bluetooth DAC/amp Earstudio ES100
Receptor Bluetooth DAC/amp Earstudio ES100

Conclusão

É importante refletir como e para que será a utilização dos sistemas de fones de ouvido para que se realize compras mais acertadas, que satisfaçam as suas necessidades e ao mesmo tempo traga uma boa qualidade para o seu uso.

O que achou do tema de hoje? Concorda com os pensamentos? Comente abaixo e compartilhe a sua opinião!

Esse artigo é feito em parceria com o Grupo Fones de Ouvido High-End:

Especial: Série de artigos sobre Fones de Ouvido

Confira a série especial de artigos, em parceria com a Fones High End (Facebook, Instagram, Twitter), onde é mostrada uma nova perspectiva descomplicando tudo sobre fones de ouvido!

Como funciona?

O Som

Tecnologias

Como escolher?

Dicas

Tutoriais

Artigos

Reviews

A História

Entrevistas

Conteúdo relacionado

O básico sobre fones de ouvido - A base de tudo
Fones de Ouvido

O básico sobre fones de ouvido - A base de tudo

Esse é o primeiro artigo da série especial sobre fones de ouvido que vamos criar aqui no Oficina da Net em parceria com o grupo no Facebook, Fones High End. Confira.

O básico sobre fones: Como funciona a amplificação de som?
Fones de Ouvido

O básico sobre fones: Como funciona a amplificação de som?

Nesse capitulo será discutido a utilidade de um amplificador de fones, quando ele será necessário, suas tecnologias e os tipos que mais são utilizados. Confere aí

Quais as vantagens de se usar um DAC externo (dedicado)?
Fones de Ouvido

Quais as vantagens de se usar um DAC externo (dedicado)?

Muitos querem obter uma qualidade de som acima do que é fornecido na maioria dos celulares, notebooks e desktops. A solução para isso é conectar um dispositivo externo ao que se está utilizando. Mas quais vantagens teremos com isso? Confira!