AMD encerra processo de propaganda falsa de CPUs Bulldozer por US$12,5 milhões

Ontem foi encerrado um processo coletivo contra a AMD por falsas propagandas dos seus processadores Bulldozer. A empresa pagou aproximadamente US$12,5 milhões. Confira os detalhes!

Por Hardware Pular para comentários
AMD encerra processo de propaganda falsa de CPUs Bulldozer por US$12,5 milhões

Ontem foi encerrado um processo coletivo contra a AMD por falsas propagandas dos seus processadores Bulldozer. A empresa pagou aproximadamente US$12,5 milhões, sendo que desse montante os advogados contratados podem levar até 30% (US$3,63 milhões). Dessa forma, sobraria US$8,87 milhões para serem pagos pelos proprietários do Bulldozer.

As CPUs Bulldozer estrearam no ano de 2011 e grande parte dos consumidores a consideraram um fracasso. Isso ocorreu por conta do alto consumo de energia do processador, de não possuir capacidade para atingir o clock prometido de boost e do desempenho fraco comparando com processadores lançados pela Intel no mesmo ano.

Consequentemente, a linha Bulldozer é considerada a grande culpada pela queda da AMD no mercado de processadores para desktop na época. A situação ruim da empresa continuou da mesma forma até o lançamento da série Ryzen no ano de 2017.

Imagem ilustrativa

Como se não bastasse as vendas ruins com a péssima receptividade dos consumidores na época, a AMD chegou a revelar chips com 8 núcleos, sendo que na verdade o processador apresentava quatro módulos que tinham dois núcleos trabalhando com recursos compartilhados, com front end compartilhado, cache e ponto flutuante. Ou seja, os núcleos não suportavam o funcionamento de forma independente. A empresa chegou a afirmar que o núcleo duplo atenderia à definição de dois núcleos tradicionais.

Com esse impasse do funcionamento dos processadores, a AMD ganhou uma ação de propaganda falsa em 2015. A empresa decidiu então pagar essa semana US$12,1 milhões, o equivalente a US$35 por chip, para que seja possível para seus consumidores, que adquiriram o processador mal projetado, obter um reembolso.

Como o processo encerrou recentemente, ainda não existe alguma forma de obter a restituição pelo processador comprado, porém manteremos você atualizado assim que houver mais novidades, então fique atento às notícias!

Fonte: tomshardware

Compartilhe com seus amigos:
Vitor Valeri
Vitor Valeri Fundador dos canais "Fones High-End" nas principais redes sociais e hobbysta de fones de ouvido há 10 anos, hoje é responsável pela redação sobre a temática juntamente com games (outra paixão). Formado em Saúde Coletiva, anda sempre em busca de inovação e conhecimento.
FACEBOOK // INSTAGRAM: @vitor_valeri // TWITTER: @Vitor_Valeri
Quer conversar com o(a) Vitor, comente:
Carregar comentários
Últimas notícias de Hardware