Uma primeira olhada no novo teclado do MacBook Pro

Será que no ano de 2019, o novo teclado do macbook foi finalmente consertado pela Apple? O site iFixit tentou analisar se houve mudanças desmontando o teclado e até fazendo uma análise química.

Por | @Vitor_Valeri Hardware Pular para comentários

Se tem uma coisa que não deu certo nos últimos MacBooks foi o teclado borboleta. A sua primeira aparição foi no ano de 2015 e tinha a promessa de ser mais silencioso, confortável e preciso do que o antigo mecanismo de tesoura.

No entanto, apesar dos esforços da Apple em oferecer um teclado melhor para seus usuários, a "maçã" falhou miseravelmente e recebeu diversas reclamações de problemas no funcionamento por acúmulo de poeira sobre as teclas fazendo-as parar de funcionar.

Será que no ano de 2019, o novo teclado do MacBook foi finalmente consertado pela Apple? O site iFixit tentou analisar se houve mudanças desmontando o teclado e até fazendo uma análise química.

Teclado borboleta 2019Teclado borboleta 2019

A Apple prometeu para os novos MacBooks lançados na terça-feira passada (21/05) um teclado com modificações feitas para reduzir de forma "substancial" os problemas de duplo pressionamento ou falha na resposta das teclas. A empresa não revelou o que exatamente mudou, disse somente que teria um material novo no mecanismo de teclas no teclado.

Após o iFixit desmontar o Macbook Pro 2019, notou-se que a princípio ele continua com a mesma membrana que a Apple incluiu na terceira geração para proteção contra poeira, porém, observou-se que houve mudança no material do interruptor metálico e na capa que cobre o mecanismo de pressionamento da tecla.

Material das capas que ficam sobre a membrana de proteção das teclas - A esquerda temos a versão antiga e a direita a novaMaterial das capas que ficam sobre a membrana de proteção das teclas - A esquerda temos a versão antiga e a direita a nova.

Observamos acima as capas que ficam sobre a membrana de proteção das teclas. Segundo o iFixit, foi utilizada a técnica de espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourier para desvendar a composição do material. Foi constatado que antes se tinha um polímero mais complexo, algo próximo de um poliacetileno, e agora temos nylon.

Outra modificação que ocorreu foi no interruptor metálico que reage quando pressionamos a tecla enviando um sinal elétrico. Segundo o iFixit o material é “tipo uma tampa de geléia muito pequena ou tampa de suco: você pressiona para baixo e ela volta para cima”. O problema de a tecla parar de funcionar ou funcionar com falhas ocorre quando este interruptor rachar ou deformar ou as pontas dobrarem ou quebrarem.

Interruptor metalico - a esquerda a versão antiga e a direita a novaInterruptor metalico - a esquerda a versão antiga e a direita a nova

A modificação que ocorreu no interruptor foi feita talvez através de um novo tratamento térmico. Intempéries como corrosão, calor prolongado e umidade podem causar danos ao componente, consequentemente isso pode ter levado a Apple a fazer melhorias nesse aspecto.

É difícil compreender o que a Apple realmente modificou nessa nova versão. O que se conseguiu descobrir foi somente melhorias contra o acúmulo de poeira basicamente. Resta saber se é somente isso que causa a falha no funcionamento das teclas. Enquanto não se desvenda o mistério, a Apple irá continuar com seu programa de reparo de teclados problemáticos dos MacBooks.

Fonte: Tecnoblog