A nova linha de periféricos da Cougar - Surpassion ST - REVIEW

O novo Surpassion ST vem com uma iluminação bem mais caprichada que seu antecessor e também com algumas diferenças internas. Ele foi recém anunciado em terras brasileiras e nós lhe trazemos o review completo do mouse aqui.

Por Hardware Pular para comentários

O Cougar Surpassion ST vem junto a nova linha ST/XT da marca, além deste mouse também vemos o Revenger ST e o Minos XT. O Oficina da Net recebeu para review o Cougar Minos XT e o Cougar Surpassion ST e neste post o foco será no último.

Além deste, fizemos o review do Minos XT (óbvio), Immersa Pro Ti e do Bunker S RGB que são todos produtos da Cougar e que recebemos para fazer review. Se você quiser, pode ver algumas diferenças entre os produtos assim como o unboxing deles (indo para este post aqui.)

Você também pode conferir nosso review em vídeo caso queira ver essa gloriosa iluminação da Cougar a todo o seu vapor, segue o vídeo:

Construção Externa e Design

O mouse tem exatamente o mesmo design em todas as suas variantes mostrando que a marca tem confiança no design e formato do seu mouse.

Para quem já havia experimentado o antigo, gostou e estava guardando dinheiro para comprar a versão mais nova eu já lhe adianto que este mouse não vai lhe decepcionar, mais sobre isso ao decorrer do review.

O maior diferencial do primeiro para o ST é que o primeiro tinha uma tela LCD posicionada abaixo do mouse enquanto que o ST tem meio anel de iluminação RGB que faz a volta em suas laterais junto com a traseira, a única parte do mouse que não recebe iluminação é a frente do mouse (não que alguém vai ver a frente enquanto joga).

Frente do mouseFrente do mouse

Em suas laterais podemos ver que a Cougar retirou a pad emborrachada que é encontrada na primeira versão e a substituiu por borracha em toda a lateral e isso acontece nos 2 lados do mouse. Difícil dizer como a borracha irá segurar contra o tempo afinal só tenho o mouse há 2 semanas. Nessa eu fico devendo.

Parte esquerdaParte esquerda

Podemos encontrar um total de 6 botões que são os 2 laterais, os 2 principais, botão do scroll e o botão de iluminação que fica no topo do mouse. O posicionamento também não mudou em relação a primeira versão e isso não é nada ruim. Em nenhum momento cheguei perto de pressionar algum acidentalmente e quando queria usá-los eles eram de fácil acesso.

Visão superior do mouseVisão superior do mouse

Para alterar a DPI ou o tempo de resposta do mouse são usadas 2 alavancas em sua parte inferior, as 2 ficam lado a lado e o que cada uma faz está devidamente marcado. Gostei da implementação já é que fácil, prático e funcional. Sinceramente prefiro muito mais este tipo de mecânismo do que uma tela LCD já que a chance de dar problemas é bem menor e se caso algum dia acontecer algum problema é mais fácil de resolver.

Sliders inferioresSliders inferiores

Ao olhar para o mouse é fácil ver que ele foi projetado para pessoas destras, pessoas canhotas infelizmente vão ter que ir atrás de outro mouse. Pra quem ficou, vamos ver como seu formato funciona.

Ele favorece bastante a pegada Palm com a possibilidade de usar Fingertip caso você tenha mãos médias/grandes. Já para quem tem a pegada Claw ele dificilmente vai servir já que seus dedos ficam muito focados no final dos botões principais e a força necessária para ativar o botão aumenta consideravelmente.

O peso é exatamente o mesmo que o primeiro Surpassion, 96g. Este peso é considerado médio, sendo 2 gramas mais pesado que o Revenger S, por exemplo. O seu peso é bem distribuído e não há do que reclamar neste aspecto.

Já seu cabo é todo emborrachado com um bom comprimento (1.8m), acredito que a durabilidade a longo termo seja boa já que o mesmo cabo é usado no Revenger S e venho usando ele há quase 1 ano já sem apresentar nenhum sinal de desgaste ou quebra.

Cabo emborrachado + parte inferior completaCabo emborrachado + parte inferior completa

Construção Interna

O processo de abertura do mouse é bem simples e rápido, só é necessário tirar o teflon traseiro do mouse que contém 2 parafusos por baixo.

Por dentro vemos uma boa qualidade de construção e um projeto que parece ter sido bem pensado, bem parecido com o do Minos XT. O mesmo sistema de LEDs é usado na parte inferior da PCB principal para criar o glow em volta do mouse, assim como vemos os LEDs 2528.

Nos switches principais encontramos Huano Blue, enquanto que nos laterais encontramos Kailh assim como no codificador do Scroll. O botão de iluminação é um Tactile Square e o switch do scroll é um Sarepo. Ele não possui switches para DPI e Polling Rate mas sim 2 slides.

E assim como especificado no site da Cougar, o sensor é um PMW 3325.

O que mais me chamou na parte interna do mouse foi na verdade as 4 PCBs que ele contém, uma principal onde estão o Sensor, switches principais e do scroll, sliders e o codificador do scroll. Há 2 PCBs dedicadas a iluminação, uma para a iluminação do Scroll enquanto que a outra ilumina a logo da Cougar, a última PCB é a dos botões laterais e do botão superior.

Muitos acham que todas essas PCBs podem acabar diminuindo a vida útil do mouse mas isso não é necessariamente verdade, como está tudo bem soldado e preso (principalmente preso), as chances de algumas das PCBs apresentarem problemas antes de um LED queimar ou switch falhar, por exemplo, é bem pequena.

O mouse se mostra com um projeto sólido e que se demonstra duradouro ao olhar, soldas bem feitas e PCB organizada são bons pontos com as ressalvas sendo o switch do scroll e a PCB um pouco mais suja que o normal - o que não diminui a qualidade interna dele.

Deixo a galeria das fotos internas para vocês explorarem a vontade.

 

Desempenho

O mouse vem equipado com o sensor Pixart PMW 3325 o que em termos técnicos seria um downgrade se comparado ao seu irmão mais velho. O que mais nos interessa nesse caso é se conseguiram manter um alto nível de rastreio mesmo com um downgrade de sensor.

Rastreio

Nos testes de rastreio podemos ver que o downgrade de sensor acabou impactando - mesmo que minimamente - o rastreio. Houve uma pequena piora em questão de consistência de rastreio. Tenho que dizer que estas pequenas distorções vão provavelmente passar despercebidas pelo usuário final.

Aceleração

nos testes de aceleração pude notar uma mínima aceleração negativa e ela é consistente e se mostra em várias faixas de DPI e também de Hz.

Aceleração negativa aparece no mouseAceleração negativa aparece no mouse

MS Paint

Aqui podemos ver o teste de Pixel Shifting onde giro o mouse no mesmo lugar e vejo se o mesmo conseguiu se manter na área designada ou se "saiu pra dar uma volta".

Aqui a aceleração negativa do mouse se mostra mais uma vez aparente, a boa notícia é que ela aparece menos que em outros mouses, a má notícia é que ela ainda está lá.

Acel negativa se mostra mais uma vezAcel negativa se mostra mais uma vez

Iluminação

A iluminação do mouse é seu principal diferencial e uma coisa eu tenho a dizer:

Parabéns Cougar!

Havia tempos que eu não gostava tanto da iluminação de um mouse e eles realmente mandaram bem por aqui. LEDs constantes com ótimas transições de cores e efeitos, boa luminosidade e sem exageros onde há LEDs por todo o mouse mas tudo fica mais ou menos.

Iluminação excelenteIluminação excelente

Toda a iluminação do mouse é controlada pelo botão dedicado em sua parte superior. No total ele tem 4 modos: Sólido, Ciclo RGB, Respiração RGB e Wave RGB. Como falei logo acima, todos os modos são muito bem feitos e não apresentam falhas ou falta de luminosidade. Há também 11 cores sólidas para você escolher fazendo com que você possa combinar a iluminação com basicamente qualquer cor que seu setup usar.

Meio anél inferiorMeio anél inferior

Software

Assim como os outros 2 modelos do mouse (Surpassion e Surpassion RX), o Surpassion ST não tem Software disponível, o que significa que toda sua configuração é feita diretamente no mouse e isso inclui iluminação, DPI e os Hertz.

Veredito

O mouse tem uma boa construção interna, excelente iluminação, switches bons em sua maioria e que provavelmente não terá problemas tão cedo. Considerando que realmente não há nada topo de linha no mouse (tirando sua iluminação) eu o veria como uma ótima opção na faixa dos 150 a 180 reais.

Cougar Surpassion STFicha técnica - Cougar Surpassion ST
  • Data lançamento: 07/04/2019
  • Modelo do Sensor: Pixart PMW3325
  • Switches principais: Huano Blue
  • Codificador do Scroll: Mecânico Kailh
  • Peso: 96g
  • Taxa de atualização: 1000Hz
  • Possui software?: Não
  • Botões extra: 3 Botões Extra
  • Pegada: Finger e Claw

Infelizmente o mouse não se encontra nesse preço no momento, o valor de vinda do mouse vai ser na faixa dos 250 R$, um valor um pouco alto para o que o mouse oferece ainda mais considerando o mercado disputado que a Cougar encontra.

Logo da Cougar no mouseLogo da Cougar no mouse

Na verdade, nessa faixa da preço ela encontra competição dela mesma em forma do Revenger S que é seu atual topo de linha e contém uma construção interna invejável à muitos. Assim como no Minos XT, acredito que o Surpassion ST tem seu preço elevado pela quantidade de LEDs usados em sua iluminação e deixo novamente a mesma recomendação que deixei no último review:

 - Diminua o meio anel deixando somente uma faixa iluminada em sua traseira, assim como no Revenger original, use esse dinheiro extra para melhorar partes internas do mouse e diminuindo o preço final.

ATUALIZAÇÃO:

O preço do mouse caiu consideravelmente, ficando na faixa de 170 R$ que é basicamente o preço perfeito para ele, sendo assim sua nota aumenta pra 8.7 e ele passa a ser recomendado sem nenhum contra.

Com a bagatela de 250 R$ em mente, sua construção interna boa mas com componentes que não são topo de linha e seu sensor intermediário, o mouse acaba levando a nota de 7.5 com o principal fator negativo sendo o preço. Se o mouse estivesse na faixa dos 150 - 180 R$ ele sem dúvidas estaria muito perto do 9 e seria uma recomendação muito boa.

No momento acabo recomendado outros mouses como o Cougar Revenger S já mencionado antes, o Redragon King Cobra e o Logitech G Pro que são todos na mesma faixa de preço mas com componentes internos melhores.

Compartilhe com seus amigos:
Augusto Schweickardt
Augusto Schweickardt Entusiasta por periféricos, hardware e fotografia
Quer conversar com o(a) Augusto, comente:
Minha foto
    Quantos celulares a Motorola tem em linha?
    5(14,60%)
    10(55,62%)
    15(11,64%)
    20(9,66%)
    26(8,48%)