Como escolher um bom mouse pad?

Entenda como escolher um bom mousepad para você e para o seu mouse.

Por | @grasiel_grasel Periféricos

Um dos periféricos mais importantes para os jogadores “hardcore”, mas que acabam sendo esquecidos por muitas vezes são os mouse pads, afinal, embora que o mouse seja uma peça importantíssima na construção de um setup top de linha, não adianta de nada utilizá-lo em uma superfície que pode acabar prejudicando o seu rastreio, não é mesmo?

Você pode pensar que uma folha de ofício A4 ou a sua mesa de madeira podem ser o suficiente para utilizar o seu mouse, no entanto, dependendo do mouse que você utiliza, você pode estar prejudicando o desempenho de um sensor não tão moderno, assim como pode estar destruindo os pés do seu mouse high-end.

Entender sobre quais são os melhores mouse pads não é difícil, o complicado mesmo é descobrir qual é a diferença entre cada um deles e também quais são os efeitos que eles podem trazer em sua utilização, portanto, chegou a hora de você tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Leia também:

Como escolher um bom mouse pad?

Material

Na hora de comprar um mousepad, o primeiro aspecto a levar em consideração é o material dele, afinal, isto vai além de preferência e, em alguns casos, pode até mesmo interferir no rastreio do mouse se a implementação do sensor dele for limitada neste aspecto.

É possível dividir o material dos mousepads em três categorias, sendo elas:

Soft Mat

Certamente o tipo de material mais conhecido por todos, pois nele estão os pads de pano ou de qualquer outro material completamente flexível. Esta opção costuma ser a favorita do público gamer pela facilidade do manuseio e a macies do material, o único problema é que, depois de um bom tempo de uso e também de acordo com a qualidade do mouse pad, podem surgir desníveis que em alguns casos chegam a afetar o desempenho do sensor.

Neste material é preciso levar um ponto com extrema importância: A colagem da superfície à base, que pode ser desde uma simples cola a até mesmo a utilização de bordas costuradas. Este é um problema recorrente em mouse pads de baixa qualidade, pois eles costumam descolar facilmente, portanto, sempre dê preferência para modelos com as bordas costuradas ou então busque ter a certeza de que a superfície é muito bem colada.

O ponto que melhor pode ser destacado nestes pads é o conforto proporcionado no pulso do jogador, que pode ser apoiado de maneira confortável. Alguns mousepads, como o Cougar Speed 2, podem chegar a 5mm de espessura.

Como escolher um bom mouse pad?

Hard Mat

Um tanto difíceis de encontrar aqui no Brasil, os pads de hard mat são feitos em um material mais duro, o que faz com que sejam conhecidos por aqui simplesmente como “rígidos”. As chances de ocorrerem problemas no rastreio do mouse por desníveis são diminuídas, mas ainda assim existem sensores que podem não ser muito tolerantes a este tipo de superfície, uma característica que varia muito de uma implementação para outra. Outro “problema” deste tipo de material é que ele costuma desgastar mais os pés do mouse, pois eles não possuem a macies dos pads soft.

Embora pareça difícil, pads rígidos também podem descolar a superfície do apoio, portanto, não pense que qualquer produto vagabundo de uma marca desconhecida será durável só por ser feito em hard mat.

Você geralmente vai encontrar esta opção de mouse pad mais em modelos com iluminação RGB, pois não deve ser muito fácil colocar uma fita de led em um material maleável e também não existem outros motivos para tentar vender um material tão impopular. Um bom exemplo de mousepad rígido é o Razer Firefly.

Como escolher um bom mouse pad?

Semirrígidos

Se os pads rígidos já são difíceis de encontrar, os semirrígidos então são uma raridade. Este material é literalmente uma variação de ambos os tipos já apresentados, o diferencial dele é a utilização de uma superfície um pouco mais firme, mas ainda maleável, e uma base de borracha, a qual tenta imitar o feeling de uma superfície mais macia.

Os problemas de ambos os tipos de material já apresentados são recorrentes nos semirrígidos, então, não é preciso muita explicação sobre os motivos deste material ser tão impopular. Acredito que o exemplo mais conhecido de um mouse pad desta categoria é o Roccat SOTA.

Como escolher um bom mouse pad?

Speed ou control?

Eis uma das perguntas que mais recebo quando me perguntam sobre mouse pads... É difícil chegar a uma conclusão sobre qual material é melhor porque simplesmente não existe uma resposta para a pergunta, é uma questão de opção e preferências do próprio usuário, portanto, somente testando ambas que você vai descobrir qual mais te agrada.

Uma superfície Speed é mais comum no mercado porque marcas costumam dizer que ela é melhor para jogos de FPS, pois você terá movimentos mais rápidos e ágeis, o que de certa forma não é uma mentira, mas isto não necessariamente é uma vantagem sobre pads Control. Esta superfície faz com que o mouse deslize com mais facilidade, o que pode ser bom se você tiver mais controle sobre a velocidade de seus movimentos, assim como pode ser ruim se não se acostumar com o peso de um mouse empurrando a sua mão com tanta facilidade.

Já nos pads Control a história é outra, você pode literalmente sentir uma resistência no deslize que não permite ao peso do mouse exercer tanta influência em seus movimentos. Ao contrário do que dizem as marcas, sua mira não fica “mais precisa”, você apenas tem um controle mais rígido sobre a sua movimentação.

Como escolher um bom mouse pad?

A cor pode ser importante!

O que muitas pessoas não sabem é que as cores também são importantes na escolha do seu mouse pad, mas isto se aplica apenas a alguns mouses que possuem uma implementação de Lift Off Distance exagerada em alguns sensores, como os da Zowie, que acabam prejudicando a tolerância de superfícies apenas para agradar jogadores que preferem uma distância de ativação menor.

Lift Off Distance (LOD) é a altura que o mouse deixa de rastrear o mouse pad, ou seja, é o quanto você pode levantar o mouse de uma superfície até que ele pare de rastreá-la. Geralmente o LOD é medido em CDs (compact disc), sendo que 1 CD tem 1,2mm de largura.

Continuando no exemplo dos mouses da Zowie para explicar os problemas que podem ocorrer com pads coloridos e suas diferentes superfícies, vale dizer que eles costumam sofrer perdas somente em cores mais claras, mas isto pode ocorrer também em um pad control preto com a linha ZA, que tem um LOD tão baixo que até mesmo os desníveis naturais da superfície de um Zowie GTF-X podem destruir o seu rastreio.

Como escolher um bom mouse pad?

Leia também:

Sensores mais atuais, como um PMW3360 ou um PMW3330, já contam com a possibilidade de uma implementação de LOD mais baixo mantendo uma tolerância maior para diferentes superfícies, como acontece nos produtos da Logitech que utilizam o PMW3366, no entanto, ainda é preciso ter certeza que o seu mouse não terá problemas com um novo pad que antes de compra-lo.

Os casos de problemas de rastreio em diferentes tipos de mouse pads que conhecemos até hoje costumam ocorrer apenas com mouses que implementam um LOD baixo demais no sensor Pixart PMW3310, no entanto, isto pode acontecer com qualquer outro mouse de qualquer outra marca que tente ser tão obcecada por este aspecto quando a Zowie.

Como escolher um bom mouse pad?

E aí, você gostou do artigo? Gostaria de uma lista com os melhores mousepads? Deixe um comentário abaixo com a sua opinião! ;)

Mais sobre: mousepads mouses games
Share Tweet
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar